Três são executados com tiros na cabeça e suspeitos são presos com armas em distrito da capital

As três vítimas foram mortas com tiros na cabeça...

0
1278

Dois adolescentes identificados como Guilherme Henrique da Silva Fonseca e Jaderson Alves Pereira, ambos com 17 anos e o pai de Guilherme identificado como Gilcimar de Oliveira Fonseca, 41 anos, foram executados com tiros na cabeça na noite de quarta-feira (10) em uma residência localizada na rua 14 de Julho no centro de União Bandeirante, distrito que fica a mais de 160 quilômetros de distância de Porto Velho.

Conforme relatos de uma criança de 12 anos irmã de Guilherme e filha de Gilcimar, haviam pelo menos seis pessoas na casa jogando baralho quando três bandidos invadiram o imóvel armados e logo seu irmão implorou por perdão e foi baleado com 9 tiros que atingiu a cabeça, tórax, braços.

Gilcimar tentou defender o filho e foi morto com dois tiros na região da cabeça e Jaderson que ainda tentou fugir foi atingindo com três tiros na cabeça e na sequência os criminosos fugiram do local tomando rumo ignorado. A Polícia Militar foi acionada para atender a ocorrência e após chegar no local constatou o triplo homicídio e acionou a perícia e o rabecão da capital para fazer os trabalhos necessários e após a finalização os corpos foram levados para o Instituto Médico Legal na capital.

Dando continuidade aos trabalhos de investigação os policiais militares receberam uma denúncia dando conta que em um prostibulo haviam três indivíduos com as mesmas características dos atiradores e se deslocaram para o local lava averiguar. Quando os Pms chegaram avistaram o trio onde foram revistados e encontrado com os mesmos três armas de fogo sendo dois revólveres calibre 38 e uma pistola calibre 9mm contendo munições deflagradas e intactas.

Os suspeitos foram identificados como sendo Reginaldo Alves da Silva, 40 anos, Gediel Melo de Souza, 34 anos e Eliseu Cordeiro de Sousa, 23 anos que receberam voz de prisão e foram conduzidos para a central de flagrantes em Porto Velho onde foi feito o registro da ocorrência de homicídio e só falariam sobre o caso em Juiz.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here