Rapaz de 18 anos vai à polícia e confessa crime, após matar e esquartejar homem de 44 anos na zona rural de Vilhena

Segundo relatos da mãe do autor do crime, o jovem possui problemas mentais e, desde criança, alega ouvir vozes.

0
237

Um crime bárbaro foi registrado na noite de terça-feira, 30, em uma fazenda localizada às margens da BR-174, a cerca de 60 Km de Vilhena, sentido Juína (MT), onde um homem identificado como Lindomar de Souza, de 44 anos, mais conhecido como “Cowboy” (FOTO), foi desmembrado a golpes de machadinha.

Segundo informações levantadas pela reportagem do site, um jovem de 18 anos, de iniciais J. S. R. se dirigiu até a Delegacia da Polícia Civil e ficou sentado no banco em frente por um longo tempo, até ter coragem de entrar e relatar ao policiais que tinha tirado a vida de uma pessoa.

Acompanhado por investigadores e pelo delegado titular da Delegacia de Homicídios, J. se dirigiu até o local do crime, onde Lindomar foi encontrado ao solo com a cabeça e um dos braços separados do corpo.

Segundo J., ambos estavam bebendo em outro local, quando a “pinga” teria acabado e Lindomar o convidou a ir até a casa dele, onde havia mais.

Já no local, iniciou-se uma discussão e Lindomar teria o ameaçado de morte, momento em que o assassino confesso se apossou de uma machadinha e matou a vítima decapitada, arrancando um dos braços dela em seguida.

Segundo relatos da mãe do autor do crime, o jovem possui problemas mentais e, desde criança, alega ouvir vozes.

Após os trabalhos de praxe, o corpo de Lindomar foi liberado para uma funerária de plantão e J. foi colocado à disposição da justiça. A família ainda não fez o reconhecimento do corpo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here