Connect with us

Política

QUEIROGA: Bolsonaro foi mal interpretado ao relacionar Covid e Aids

Hora1 Rondônia

Published

on

O ministro saiu em defesa de Bolsonaro e atribuiu a revista Exame a propagação de notícia falsa sobre vacinas. No entanto, na ocasião, Bolsonaro exibiu outra fonte de informação

O ministro da Saúde Marcelo Queiroga disse hoje (26), que o Presidente Jair Bolsonaro foi mal interpretado quando falou do risco de aids para os vacinados contra a covid-19, publicação que foi retirada pelas redes sociais por ser considerada desinformação.

“O Presidente Bolsonaro replicou uma notícia publicada numa revista de grande circulação nacional e se as pessoas estiverem atenção de verificar o vídeo ele diz ‘não vou fazer juízo de valor acerca do que está nessa matéria‘”, mas ao que se assistiu “depois são narrativas como o presidente é contra a vacina”, ao mesmo tempo que o governo tem “um dos maiores programas de vacinação do mundo, com 26 bilhões de reais alocados”, afirmou Marcelo Queiroga, em entrevista à agência Lusa, em Lisboa.

Bolsonaristas atribuíram a ligação que o presidente fez entre a vacina e a Aids a revista Exame de outubro de 2020, que citava uma carta publicada pela Lancet, em que um grupo de quatro cientistas se mostrou preocupado por algumas das vacinas então em pesquisa usarem um tipo específico de adenovírus, o adenovírus 5, que, no passado, em estudos para uma vacina contra o HIV, foi utilizado como vetor viral.

Em outubro de 2020, a Exame salientava na reportagem que, “até agora, não se comprovou que alguma vacina contra a covid-19 reduza a imunidade a ponto de facilitar a infecção em caso de exposição ao vírus [do HIV]”.

Na sua intervenção, Bolsonaro citou “relatórios oficiais do governo do Reino Unido”, segundo os quais pessoas totalmente vacinadas davam sinais de aceleração dos sintomas de Aids. O vídeo foi, entretanto, retirado pelo Facebook, Instagram e YouTube.

Vale destacar que no vídeo de Bolsonaro, o presidente não citou a revista exame e exibia um imprenso de um blog que difunde notícias falsas.

Segundo o ministro, o Brasil “não é o país que, proporcionalmente, tem o maior número de óbitos de longe”, porque há “muitos outros países que têm subnotificação de casos e de óbitos”.

O Brasil é um dos países mais atingidos no mundo ao contabilizar 605.804 vítimas mortais e mais de 21,7 milhões de casos confirmados de covid-19.

No seu entender, “o Brasil adotou as providências adequadas” para conter a pandemia, recusando as acusações de que a política do governo de Jair Bolsonaro, considerado negacionista pelos seus opositores, tenha acelerado a doença e limitado a ação dos serviços de saúde.

Fonte: Noticias ao Minuto

Dê a sua opinião!

Política

Secretaria de Educação de Rio Crespo vai receber R$ 85 mil para compra de veículo

Hora1 Rondônia

Published

on

Recurso, assegurado junto ao Governo, é mais uma ação do presidente Alex Redano para o município

As ações da Secretaria Municipal de Educação de Rio Crespo, na região do Vale do Jamari, serão fortalecidas com a compra de um veículo, após o empenho de R$ 85 mil para esta finalidade. Esse recurso foi assegurado junto ao Governo pelo presidente da Assembleia Legislativa, Alex Redano (Republicanos), atendendo ao pedido de lideranças do município.

“Para percorrer as escolas, levando as ações da secretaria e acompanhando de perto as necessidades, é preciso ter um veículo em condições. A destinação desse recurso vai suprir essa necessidade do município e esperamos que seja bem utilizado esse veículo em prol da educação de Rio Crespo”, destacou Redano.

R$ 150 mil

A prefeitura de Rio Crespo já recebeu R$ 150 mil para a compra de tubos corrugados, para a troca de pontes de madeira nas estradas vicinais, investimento assegurado através de indicação de Alex Redano ao Executivo, atendendo ao pedido dos vereadores de Rio Crespo Giltamar e Rivelino Poceiro, ambos do Republicanos, José Carlos (PP) e o presidente da Câmara, Joaldo (PSD).

Texto: Eranildo Costa Luna-ALE/RO

Foto: Diego Queiroz-ALE/RO

Dê a sua opinião!

Continue Reading

Política

Chamamento público de contratação de empresas para serviços no Hospital João Paulo II é aberto

Hora1 Rondônia

Published

on

Está aberto o  chamamento público de contratação de pessoa Jurídica ou Entidades sem Fins Lucrativos para prestação de serviços em Leitos de retaguarda Clínicos e Crônicos para atender as necessidades do hospital João Paulo II (JPII). O credenciado irá realizar procedimentos em leitos clínicos, crônicos e cirúrgicos na área de ortopedia e traumatologia de baixa, média e alta complexidade da unidade.

Conforme o Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), o processo visa a contratação de  serviço executado no período de 24 horas, durante sete dias por semana, inclusive sábados, domingos e feriados.

A apresentação dos documentos de habilitação e qualificação técnica se dará em uma única etapa com entrega de dois envelopes. No caso de envio da documentação digitalizada, os arquivos em PDF devem ser encaminhados para o seguinte e-mail: celsupelchamamentos@gmail.com. Todos os documentos exigidos constam no Edital. A abertura dos envelopes será no dia 15 de dezembro, às 09 horas, na sede da Supel.

O prazo para início dos serviços será de até 30 (trinta) dias, contados a partir da primeira assinatura contratual. Além disso, o prazo de vigência do contrato decorrente do credenciamento, será de 12 (doze) meses, a partir da última assinatura no contrato, podendo ser prorrogado por igual período.

Maiores informações e esclarecimentos sobre o certame serão prestados pelo Pregoeiro e Equipe de Apoio designados, na Superintendência Estadual de Compras e Licitações (Supel), situado na Av. Farquar, bairro Pedrinhas, contato: (69) 3212-9296.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte
Texto: Ludmary Nascimento
Fotos: Frank Néry
Secom – Governo de Rondônia

Dê a sua opinião!

Continue Reading

Política

NATAL LUZ: Inauguração da decoração de Natal em Porto Velho acontece no próximo domingo (5)

Hora1 Rondônia

Published

on

Programação seguirá ao longo do mês de dezembro

Abrindo o período natalino em 2021, a Prefeitura promove, no próximo domingo (5), a solenidade de lançamento do Natal em Porto Velho. Uma programação especial será disponibilizada aos visitantes na inauguração.

O acendimento das luzes terá início no Prédio do Relógio, sede da Prefeitura, e contará com a apresentação da orquestra da Escola de Música Villa Lobos. A decoração deste ano será marcada pela interação entre os visitantes com os objetos decorativos.

A ornamentação contará com enfeites e caixas de presentes em tamanhos gigantes, além de muitos pontos de luz, concentrados em três pontos da região central: Complexo da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré (EFMM), Prédio do Relógio e Mercado Cultural.

Na EFMM, por exemplo, o visitante passará por um túnel iluminado na escada do complexo, além de prestigiar a ornamentação de uma árvore de Natal com 30 metros de altura. As árvores do local também contarão com pontos de luz distribuídos. O mesmo vai acontecer com os vagões pequenos e a locomotiva. O acesso será pela entrada principal, na avenida Farquar, que contará, ainda, com a presença de permissionários.

PROGRAMAÇÃO ESPECIAL

A programação especial de Natal contará com a cerimônia de inauguração das luzes no dia 5 de dezembro, às 19h, na escadaria do Prédio do Relógio, sede da Prefeitura. O complexo da Estrada de Ferro Madeira Mamoré (EFMM) receberá apresentação da Escola de Música Villa Lobos.

Ná no dia 10 de dezembro haverá apresentação da banda CEMACE, Fanfarra Águias Negras e coral com os estudantes da rede municipal de ensino. Já no dia 11, às 18h, a Praça Aluísio Ferreira recebe o ballet da Praça C.E.U., Coral Cantadô e Centro de Música Laio.

O restante da programação especial de Natal segue ao longo do mês de dezembro.

Toda a programação especial de Natal conta com a atuação da Fundação Cultural de Porto Velho (Funcultural), da Empresa de Desenvolvimento Urbano de Porto Velho (Emdur), e da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio, Turismo e Trabalho (Semdestur).

 

 

Texto: Pedro Bentes
Foto: Leandro Morais

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

Dê a sua opinião!

Continue Reading

Em alta

Mais lidas