Connect with us

Geral

Pessoas que completaram 180 dias de imunizadas já podem receber a dose de reforço da vacina contra a covid-19

Hora1 Rondônia

Published

on

O Governo de Rondônia, por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa), reforça a orientação para que as pessoas que já completaram 180 dias de vacinadas contra a covid-19, procurem uma Unidade de Vacinação para que possam receber a terceira dose (reforço) do imunizante, que garante a eficácia da vacinação.

Até segunda-feira (25), 28.106 pessoas receberam a dose de reforço em Rondônia, entre elas estão idosos e profissionais de Saúde, mas estão aptos, todos que completarem os 180 dias após a administração da segunda dose, dependendo se o município detiver imunizantes na hora da procura do cidadão. É o que explica Gilvander Gregório de Lima, diretor geral da Agevisa.

“Não estamos sofrendo com a falta de vacinas. Pelo contrário, somente no último sábado (22), Rondônia recebeu do Ministério da Saúde mais de 50 mil doses de vacinas Pfizer, imunizante utilizado na terceira dose”, lembra o diretor.

Seguindo as diretrizes do Ministério da Saúde, no estado de Rondônia todas as pessoas são vacinadas com a terceira dose com o imunizante Pfizer (vacina de escolha), independente de qual vacina tomou na primeira e segunda dose. É a chamada intercambialidade, que está em franca utilização em todo o País.

Outro fato que deve ser observado em relação à administração da terceira dose diz respeito às pessoas imunossuprimidas. Para este público, a terceira dose deve ser aplicada 28 dias após a segunda dose. “Seguimos à risca as orientações de todas as Notas Técnicas emitidas pelo Ministério da Saúde. Foge à regra somente a antecipação da segunda dose, que em Rondônia reduzimos o prazo para 28 dias, após acordo entre o Estado e os municípios”, esclarece o diretor.

REDUÇÃO DO PERÍODO 

Outro detalhe que o diretor Gilvander Gregório faz questão de esclarecer é a redução do período entre a primeira e segunda dose da vacina contra a covid-19 para 28 dias. Isso porque no estado de Rondônia alguns municípios já acenavam para a possibilidade de estocar vacinas. Para evitar essa situação, o período entre doses foi reduzido e os municípios contam, também, com a possibilidade de ceder/fornecer vacinas entre municípios e Regionais de Saúde, mediante acordo entre as partes. A antecipação das doses para 28 dias é prevista nas bulas dos imunizantes Astrazeneca, Pfizer e Coronavac, utilizados no Brasil.

Até o momento, de acordo com informações do Painel Covid-19, no estado de Rondônia,, 1.159.808 (89,7%) da população vacinável tomou a primeira dose da vacina; 745.555 (57,6%) recebeu a segunda dose; 31.586 (2,4%), dose única e 28.106 (2,2%) a terceira dose (reforço).

 

Fonte
Texto: Mineia Capistrano
Fotos: Frank Néry
Secom – Governo de Rondônia

Dê a sua opinião!

Geral

Empresas na capital vendiam supostos medicamentos contra covid-19 de forma ilegal

Hora1 Rondônia

Published

on

Na manhã desta terça-feira (30), uma ação de fiscalização realizada por equipes da Delegacia Especializada em Crimes Contra o Consumidor, em conjunto com as Vigilâncias Sanitárias Municipal e Estadual, resultou na autuação de duas empresas que vendiam medicamentos para pacientes infectados com a COVID-19, de forma ilegal.

De acordo com a Polícia Civil, após uma denúncia feita pela Anvisa, informando que duas empresas, que tem como proprietário a mesma pessoa, estava comercializando o produto falsificado, chamado Inmunoglobulina G Endovenosa Biotest- IgIV, usados para tratar pacientes com Síndrome de Guillain-Barré, HIV e Covid-19 e outras doenças.

Este medicamento vem sendo no combate ao Coronavírus, em pacientes com sintomas graves, segundo a Polícia.

Nesta manhã, a Polícia Civil, juntamente com os técnicos da vigilância sanitária municipal e estadual, estivera nas duas empresas denunciadas, na intenção de localizar o medicamento, mas não encontraram.

Durante a fiscalização, foram encontradas notas fiscais comprovando que o medicamento foi vendido na empresa.

A Vigilância Sanitária Municipal autuou as duas empresas por não possuírem alvará de funcionamento e por não ter autorização para vender produtos especiais.

Segundo a delegada, Noelle Caroline Leite, as investigações vão continuar. “Nós vamos continuar atuando na capital, e caso necessário, no interior do Estado, visando localizar novos lotes desse medicamento”, disse.

A delegada orienta que os consumidores que utilizem remédios apenas com receitas médicas, e compradas em empresas com mais tempo no mercado, desconfiem de preços muito abaixo do preço de mercado. “Os valores desse medicamento variam entre R$ 2.800 e R$ 4 mil. A empresa investigada vendia o produto por apenas R$ 100″, alertou Noelle Caroline Leite.

As denúncias podem ser encaminhadas para a Polícia Civil através do 197 da Polícia Civil ou 151 Procon.

 

FONTE: RONDONIAGORA

Dê a sua opinião!

Continue Reading

Geral

COLUNA SIMPI: Câmara aprova criação de MEI Caminhoneiro

Hora1 Rondônia

Published

on

A Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei que inclui os caminhoneiros no modelo de Microempreendedor Individual (MEI). Chamado de “MEI Caminhoneiro”, a proposta muda a forma de tributação da categoria. Com a aprovação dos deputados, a matéria retorna para análise dos senadores.  No enquadramento como MEI, há a possibilidade de pagamento de carga tributária reduzida, por meio de um sistema de recolhimento único, o Documento de Arrecadação Simplificada (DAS), de valor fixo, inferior às alíquotas do Simples, que incidem sobre a receita bruta e são progressivas conforme a faixa de faturamento. Os trabalhadores também têm acesso a financiamento, benefícios previdenciários e a emissão de nota fiscal.

O texto tem um limite de enquadramento diferenciado para os caminhoneiros. Atualmente, Com a proposta, esse limite sobe para R$ 251,6 mil anuais. A matéria prevê que a alíquota de pagamento para a Previdência Social seja de 12% sobre o salário mínimo. “A alíquota de 12% é menor do que a alíquota normal de 20%, mas é compensada, em parte, pela ausência do direito à aposentadoria por tempo de contribuição, mantendo-se os demais benefícios previdenciários 

Dependentes do MEI têm direitos a INSS e muita gente não sabe 

Aqueles que decidem empreender e formalizar seu negócio através do regime MEI e contribuem com a Previdência Social, está garantido o acesso à vários benefícios oferecidos pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). Logo, as vantagens de ser um Microempreendedor Individual pode ainda beneficiar outras pessoas quando é oficializado o cadastro do empreendedor. Vale ressaltar então os benefícios do INSS que o dependente do MEI tem direito e quais são os critérios estabelecidos pelo INSS para consegui-los. Os Cônjuge ou companheiro,  os filhos com menos de 21 anos de idade ou inválido de qualquer idade; os pais e Irmão com menos de 21 anos de idade ou inválido de qualquer idade.  Aos dependentes estão garantidos o auxílio reclusão e a pensão por morte.

Fórum global que discute a nova economia mundial terá representante das micro e pequenas indústrias brasileiras 

Pela primeira vez as micro e pequenas indústrias (MPI’s) brasileiras serão representadas no The Global New Economy Forum, um encontro que reunirá vários países para discutir sobre a nova economia mundial no pós-covid-19. O evento, que aconteceu em Manaus (AM), teve a participação do presidente do Sindicato das Micro e Pequenas Indústrias do Estado de São Paulo (SIMPI), Joseph Couri, no painel “Globalização e Acesso para as Empresas a Mercados Internacionais”, ocasião que citou o programa Curupira de Rondônia  como modelo de projeto econômico, sustentável, socialmente  justo e ecologicamente  perfeito, pois tem por objetivo recriar a floresta amazônica. .Além do presidente do SIMPI, o painel, contou com a participação do presidente da Câmara de Comércio e Indústria Belgo-Luxemburguesa-Brasileira, Luis Carlos Szymonowicz, e do vice-presidente da Fundação Centro de Estudos de Comércio Exterior Funcex, Miguel Lins. É muito significativo ter as MPI’s representadas no evento, já que 97% do setor industrial no Brasil é composto por estas empresas, o que equivale a 700 mil micro e pequenas indústrias, A proposta do Fórum é promover uma reflexão em áreas como ESG, sustentabilidade, economia verde, energias renováveis, segurança alimentar, produção de alimentos, produção de vacinas e agenda do mercado financeiro.

 

Dê a sua opinião!

Continue Reading

Geral

GREGO ORIGINAL PUB: Concorra a ingressos para a festa “tributos a Tim Maia e Queen”

Hora1 Rondônia

Published

on

Grego Original Pub apresenta, no dia 04 de dezembro, Tributos a Tim Maia e Queen, ainda terá a banda K7 com muitos sucesso nacionais. A festa será realizada pelo Batalhão de Polícia Militar Belmont, em benefício para arcar com as despesas da construção de um campo de futebol no próprio quartel.

Você não pode ficar de fora dessa festa, basta apenas mandar mensagens no WhatsApp, 69 99233-7282 e já estará concorrendo ao sorteio de dez ingressos, que acontecerá no mesmo dia do evento no período da manhã, sorteio será transmitido no Instagram do site Hora1rondonia.

Grego Original Pub desde 2011 proporcionando maravilhosas festas em seu estabelecimento localizado na Avenida Senador Álvaro Maia, bairro São Cristóvão, região central de Porto Velho, está não será diferente, então mande sua mensagem e concorra ao sorteio de ingressos para participar do evento.

Dê a sua opinião!

Continue Reading

Em alta

Mais lidas