Na estreia de Diniz, São Paulo empata com o Flamengo, no Maracanã

O novo treinador tricolor teve apenas um dia de treino com o elenco e conseguiu segurar o líder do Brasileirão

0
264

No primeiro jogo de Fernando Diniz no comando do São Paulo e do reencontro de Filipe Luís com Juanfran (ex-Atlético de Madrid) e o companheiro de Seleção Brasileira Dani Alves, tricolor e rubro-negro fizeram partida dura, pegada e cheia de faltas — foram 45 no total —, nesse sábado (28/09/2019). O Flamengo foi superior no ataque e na posse de bola, mas a equipe paulista defendeu bem e segurou o melhor ataque do Brasileirão.

A distribuição de pontos após o apito final pouco altera a tabela. O Flamengo dorme mais uma rodada na liderança, independente do resultado da partida entre Internacional x Palmeiras, com 49 pontos. Mas o São Paulo sobe uma posição, agora em 5º com 36, deixando o Corinthians para trás. O rival paulista, no entanto, tem compromisso neste domingo (29/09/2019), às 11h, contra o Vasco, na Arena.

O jogo
O primeiro susto do jogo veio aos 2 minutos em direção à meta de Diego Alves. Reinaldo teve espaço pela esquerda e conseguiu o cruzamento para Pablo. O atacante se jogou para finalizar, conseguiu o desvio, mas a bola acabou saindo pela linha de fundo. O São Paulo apresenta a proposta de jogo ofensiva e com os jogadores mais adiantados.

Aos 6 minutos veio a pressão flamenguista. Na primeira tentativa, Everton Ribeiro deixou com Renê e o lateral encheu o pé obrigando Volpi a se esticar todo e mandar a bola para escanteio. Na sequência, após a cobrança, Gabigol recebeu e cabeceou para o meio, Arboleda afastou errado e quase fez contra. A redonda ainda sobrou nos pés de Willian Arão, que vinha de trás e chegou chutando com força, mas Bruno Alves estava em cima da linha para salvar.

Na marca dos 17 minutos, Arrascaeta bateu o escanteio pela esquerda e colocou na cabeça de Arão, que estava livre de marcação na pequena área, cabeceou, mas onde estava Tiago Volpi. A bola ainda ultrapassou parcialmente a linha do gol, mas não entrou completamente graças à defesa do goleiro são-paulino.

Aos 25, o Flamengo construiu boa jogada que começou com Willian Arão pela ponta esquerda e a bola girou até encontrar Gabigol do outro lado. O artilheiro lançou Rodinei dentro da área em direção à linha de fundo, mas o lateral errou o cruzamento e entregou nas mãos de Volpi.

Na sequência Dani Alves recebeu sozinho, carregou e bateu no fundo das redes de Diego Alves, mas o craque do São Paulo estava impedido quando Reinaldo o lançou. O bandeirinha esperou a conclusão da jogada para assinalar a irregularidade e assustou os torcedores rubro-negros.

Aos 37, Arrascaeta encontrou Gabigol sozinho pela esquerda. O camisa 9 avançou sem marcação, viu Bruno Henrique entrando em velocidade na frente do gol e tentou o passe, mas Arboleda deu carrinho e impediu que a bola chegasse até o destino. Primeiro tempo terminou com superioridade rubro-negra na posse de bola (61% x 39%) e nas finalizações (9, sendo 4 certas, contra 4 do São Paulo, mas nenhuma no alvo), e muitas faltas: 29 no total.

2º tempo
Na volta, aos 8 minutos, o Flamengo foi rápido na cobrança do lateral pela esquerda, Bruno Henrique recebeu na ponta da área, abriu espaço puxando para o meio e bateu. Tiago Volpi voou para impedir a abertura do placar. Aos 10 minutos, o time de Jorge Jesus construiu jogada, que terminou com Gabigol rolando para Gerson na entrada da área. O volante chutou fraco, de longe e facilitou a defesa do arqueiro tricolor.

Aos 20, Rafinha recebeu linda bola e ficou cara-a-cara com Volpi, bateu cruzado para a chegada de Bruno Henrique, mas o goleiro conseguiu impedir que ela passasse. Na sequência, Gerson recebeu já sem ângulo e bateu no gol, mas novamente o guardião do São Paulo fez a defesa.

Quando o relógio mostrava 21, Pablo passou para Antony e Pablo Marí tentou antecipar a bola, mas furou. O camisa 39 do tricolor ficou com ela, avançou, entrou na área e conseguiu o chute, mas Diego Alves mandou para escanteio. Ela passou por cima do gol. Aos 28, Bruno Henrique lançou Gabigol dentro da área, o artilheiro segurou e passou na hora certa para o camisa 27 chegar cortando para o fundo das redes. Porém o bandeirinha anulou o gol flamenguista. Gabriel estava impedido.