Mulher é morta com três tiros na cabeça; ela teria se desentendido com líder da Facção CV

A Polícia Civil segue investigando o caso.

11
390

A mulher que foi baleada na cabeça dentro de casa na segunda-feira (26), no bairro Parque Morumbi II, em Mirassol D’Oeste (300 km de Cuiabá), morreu na tarde de terça-feira (27), no Hospital Regional de Cáceres (225 km de Cuiabá). Sua casa foi invadida por dois homens e ela levou três tiros na cabeça.

A principal linha de investigação da Polícia Civil de Mirassol é de que Rosana Alcides Barbosa, de 29 anos, era do Comando Vermelho e teve algum tipo desentendimento com um líder da facção, que mandou matá-la.

Rosana estava em sua casa com outros dois amigos, uma mulher de 27 anos e um homem de 21, quando a casa foi arrombada. Dois bandidos entraram e renderam os amigos da vítima na cozinha. Um deles foi para a sala, onde ficou a sós com a mulher, e atirou cinco vezes contra ela. Três tiros foram na cabeça.

Ela recebeu os primeiros atendimentos no Hospital Samuel Greve e foi transferida ainda na segunda-feira para o Hospital Regional de Cáceres, por conta da gravidade dos ferimentos. Ela morreu na tarde de terça-feira.

A Polícia Civil segue investigando o caso.

11 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here