Mulher é encontrada morta em quarto de hotel no Centro

Os policiais encontraram Eline Monique de Oliveira, 18, agonizando, com sinal de contusão na cabeça. Ela foi socorrida, mas não resistiu

0
253

Um rapaz conhecido como “Sapinho” é o principal suspeito de ter matado Eline Monique de Oliveira, 18, com uma pancada na cabeça na manhã deste domingo (16). O casal estava hospedado no quarto 406 do Hotel Sun, localizado na rua Lima Bacuri, Centro de Manaus.

De acordo com o cabo Robson Castro, da 24ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), a corporação foi acionada por volta das 7h e uma viatura se deslocou até o local. Os policiais encontraram Eline agonizando, com sinal de contusão na cabeça e pedaços de massa encefálica no chão do quarto.

“Uma equipe do Samu fez todas as manobras para reverter o quadro da vítima, mas ela não resistiu”, relatou Castro. A polícia trabalha com a hipótese de acerto de contas por tráfico de drogas, já que havia vestígios de consumo substâncias ainda não confirmadas (provavelmente oxi ou maconha) no local.

“O rapaz apareceu na recepção chorando, dizendo que a moça havia cometido suicídio, e saiu após avisar que ia buscar ajuda”, contou Roberto Monza, gerente do hotel. O casal havia chegado na última quinta-feira (13), pagava a hospedagem em dia e não apresentou indicios de mau comportamento.

“Eles trouxeram muita bagagem. Estavam aguardando a finalização da reforma de um apartamento para se mudar”, acrescentou o gerente. Eline e “Sapinho” chegaram ao hotel por volta das 4h de domingo.

Segundo o delegado Guilherme Antoniazzi, da Delegacia de Homicídios e Sequestros (DEHS), a perícia identificou uma lesão profunda na cabeça da vítima e o exame de necrópsia vai fornecer mais detalhes sobre as circunstâncias do homicídio.

“Fizemos buscas no hotel, inclusive na parte dos fundos, para verificar se o autor jogou algum objeto, mas nenhum objeto correspondia à lesão efetuada na cabeça”, afirmou. “Encontramos diversas contas e, a partir disso, vamos investigar e levantar o nome do suspeito”.

O delegado cogitou a possibilidade de crime passional e disse que a investigação vai utilizar imagens de uma câmera de segurança para elucidar o crime.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here