Conecte-se com a gente!

Política

MAIS R$ 1.520,00: Vereador Fogaça destaca luta dos professores para o recebimento do rateio do Fundeb

Hora 1 Rondônia

Publicado em

em

Compartilhe essa notícia!

Porto Velho, RO – No próximo dia 12 de janeiro, os professores da rede pública municipal vão receber em folha suplementar um residual do rateio do Fundeb – Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica – no valor de R$ 1.520,00. Em dezembro, os professores já haviam recebido R$ 2.800,00, após aprovação do rateio dos recursos pela Câmara Municipal de Porto Velho.

O vereador Everaldo Fogaça (Republicanos), que foi o relator do Projeto do Executivo, foi comunicado hoje sobre o pagamento do residual do abono e destacou a luta dos professores às vésperas do Natal, quando o prefeito Hildon Chaves ficou melindrado com algumas críticas e por pouco não vetou o pagamento do abono natalino à categoria.

“Não fosse pela atuação abnegada desses professores, a exemplo da professora Val, e da Comissão de Servidores, fatalmente esse abono não teria saído. A ordem do prefeito na véspera do Natal era a suspensão do abono e isso iria atingir centenas de servidores que já estavam fazendo planos com esse dinheiro. Foi uma luta que valeu a pena e que garantiu um final de ano diferente para muitos servidores da Educação”, ressaltou o vereador.

Advertisement

Everaldo lembrou ainda que, em meio as discussões, até o presidente da Câmara Municipal abandonou a mesa de negociações, dizendo que não podia fazer ´nada aos 45 minutos do segundo tempo´ pois o prefeito já tinha decidido a questão.

´Estive nessa reunião e me pronunciei sobre o assunto no plenário da Casa, durante uma reunião informal com os professores. O prefeito não está fazendo nenhum favor aos professores, pois o abono é pago com dinheiro da Educação”, finalizou Everaldo Fogaça.

Faça seu comentário
Advertisement

Compartilhe essa notícia!

Política

Estudos para universalização do saneamento básico em Porto Velho serão discutidos em novas datas

Hora 1 Rondônia

Publicado em

em

Compartilhe essa notícia!

Encontros acontecerão no Teatro Banzeiros

A Prefeitura de Porto Velho redefiniu as datas das audiências públicas que discutirão os estudos técnico, econômico-financeiro e jurídico que buscam atender o município sede e distritos com os serviços de água tratada e esgotamento sanitário.

A primeira audiência agora está prevista para acontecer em 14 de fevereiro de 2022 e a segunda no dia 14 de março do mesmo ano. Nos encontros, a população poderá discutir os estudos, bem como apresentar propostas e sugestões.

Advertisement

Após essa fase, é esperado a publicação do edital de licitação, na forma da lei, previsto para acontecer no mês de abril.

A estimativa da Prefeitura é de que, em dez anos, o abastecimento de água tratada em Porto Velho chegue a 95% da população. Nesse mesmo período, o esgotamento sanitário deve chegar a mais da metade dos lares do município.

O prazo de concessão do serviço será de 30 anos com investimento privado na ordem de R$ 2,5 bilhões e outorga mínima de R$ 120 milhões.

Advertisement

Os encontros serão nas dependências do Teatro Banzeiros, das 15 às 19h. Os documentos com os estudos podem ser conferidos aqui.

Contribuições, dúvidas e pedidos de esclarecimentos podem ser encaminhados ao e-mail: cgp.pvh@portovelho.ro.gov.br.

 

Advertisement

Texto: Pedro Bentes
Foto: 
Leandro Morais

Faça seu comentário

Compartilhe essa notícia!
Continuar Lendo...

Política

Emenda do presidente Alex Redano para compra de equipamentos hospitalares para Alvorada do Oeste empenhada

Hora 1 Rondônia

Publicado em

em

Compartilhe essa notícia!

Serão investidos R$ 200 mil na aquisição dos equipamentos para a rede municipal de saúde

O presidente da Assembleia Legislativa, Alex Redano (Republicanos), anunciou que o Governo, através da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), fez o empenho de emenda de sua autoria, no valor de R$ 200 mil, para a aquisição de equipamentos hospitalares para a rede de saúde em Alvorada do Oeste.

O recurso deverá ser liberado após a assinatura do convênio entre o Governo e a prefeitura e vai ser aplicado em melhorias na rede pública de saúde do município.

“Alvorada do Oeste é mais um município beneficiado com a nossa atuação parlamentar, com uma emenda de R$ 200 mil para a compra de equipamentos hospitalares para a rede de saúde do município. É a nossa contribuição para Alvorada, atendendo ao setor que sempre carece de investimentos, que é a saúde”, destacou Redano.

Advertisement

Texto: Eranildo Costa Luna-ALE/RO

Foto: Diego Queiroz-ALE/RO

Faça seu comentário
Advertisement

Compartilhe essa notícia!
Continuar Lendo...

Política

Vereador Everaldo Fogaça ouve demandas das famílias do Cristal da Calama

Hora 1 Rondônia

Publicado em

em

Compartilhe essa notícia!

O vereador Everaldo Fogaça (Republicanos) visitou esta semana as famílias residentes do Cristal da Calama para conferir de perto a denúncia de abandono feita pelos próprios moradores, das ruas Enedilson Lobato e Araguaína.

São ruas que, em que pese terem sido asfaltadas, já está com a camada asfáltica totalmente depreciadas, esburacadas e que oferecem uma péssima condição de trafegabilidade para pedestres e motoristas.

“Aqui são mais de duas mil e oitocentas famílias que aqui foram alojadas pelo Município no convênio com o Governo Federal através do Programa Minha Casa Minha Vida e que hoje passam por sérias dificuldades, sem contra com outras oito mil pessoas que residem na região do entorno”, disse o vereador.

Advertisement

De acordo com Everaldo o asfalto está depreciando porque não houve obras de saneamento e a água da chuva está destruindo a pavimentação. No local, o vereador realizou entrevistas com transeuntes – dentre motoristas e pedestres – e gravou imagens para uma reportagem que ele veiculou em seu programa nesta sexta-feira, mostrando o sufoco diário a que são submetidos os cidadãos que moram próximo ao residencial, inclusive na rua Goianésia, que é uma das principais vias de acesso até o conjunto.

“Ai prefeito, vamos dar uma olhada aqui na Goianésia que a coisa aqui tá feita”, disse um dos entrevistados. Nesse mês de janeiro, com as chuvas torrenciais que caem na capital diariamente, a situação ficou ainda mais crítica.

O único veículo que não enfrentam tanta dificuldade para transitar nas ruas é os coletivos urbanos que fazem a linha ônibus. E os depoimentos continuaram à reportagem: “Rapaz, tá feio demais, estamos pedindo pelo amor de Deus.

Advertisement

O prefeito não olha pra nós. Prometeu que ia asfaltar a Calama há três anos e até agora nada”, disse outro motorista. Confira a matéria e os depoimentos dos moradores sobre a situação das ruas da região do Cristal da Calama.

Faça seu comentário

Compartilhe essa notícia!
Continuar Lendo...
Advertisement

Em alta