Holanda bate Suécia na prorrogação e decide Mundial Feminino com EUA

As suecas, vice-campeãs em 2003, vão tentar repetir o terceiro lugar, obtido em 1991 e 2011, sábado, contra a Inglaterra

0
296

Em um jogo marcado pela alternância no poder da partida e consequentemente bastante equilibrado, a Holanda derrotou a Suécia, por 1 x 0, nesta quarta-feira (03/07/2019), em Lyon, na França, com gol marcado no primeiro tempo da prorrogação, após empate sem gols nos 90 minutos regulamentares.

Com o resultado, as holandesas, que participam pela segunda vez de um Mundial, vão enfrentar os Estados Unidos, domingo, às 12h (horário de Brasília). As suecas, vice-campeãs em 2003, vão tentar repetir o terceiro lugar, obtido em 1991 e 2011, sábado, contra a Inglaterra.

A semifinal foi vista por 48.452 espectadores, o segundo melhor público da competição, atrás apenas de Estados Unidos x Inglaterra, que levou 53.502 torcedores na outra semifinal.

Após um jogo equilibrado no tempo normal, a Holanda veio com outra postura na prorrogação, ao pressionar a adversária em seu campo e concentrar as jogadas pelo lado direito com Van De Sanden. Aos 9 minutos, em jogada rápida, Groenen bateu seco de fora da área e abriu o placar: 1 x 0.

No segundo tempo do tempo extra, o comando do jogo voltou a ser da Suécia, mas o cansaço e o nervosismo foram componentes negativos para o time, que precisava buscar a igualdade no placar. A Holanda poderia ter ampliado a vantagem, mas Van De Sanden voltou a falhar nas finalizações.

No último lance do jogo, a sueca Asllani sofreu uma pancada no queixo, foi atendida por cinco minutos e saiu do gramado imobilizada e de maca.

A Holanda conseguiu a vaga inédita no Mundial, mas vai precisar jogar muito para equilibrar a decisão diante da favorita equipe norte-americana.