Conecte-se com a gente!

Polícia

Foragidos de alta periculosidade que foram presos com pistola para matar diretor de presídio fogem no IML

Hora 1 Rondônia

Publicado em

em

Compartilhe essa notícia!

Maycon Freire de Souza e Fernando Ferreira da Silva, são foragidos e considerados de alta periculosidade e fugiram na tarde desta sexta-feira (14), quando estavam chegando no Instituto Médico Legal para fazer exames de Corpo Delito para que pudessem ser posteriormente transferidos para o presídio provisório de Porto Velho.

De acordo com base as informações preliminares apuradas pela equipe de reportagem, os suspeitos foram presos na noite de quinta-feira (13), após uma ação da Força Tática que os flagrou com uma pistola e mais de 100 munições na zona leste da capital. Os suspeitos tinham fugido recentemente de um presídio de Porto Velho e tinham um objetivo a mando de um presidiário, que era matar um diretor de um presídio.

Os suspeitos foram enquadrados pelo crime de porte ilegal de arma de fogo e pela recaptura de foragido e estavam algemados como de praxe pelos policiais civis e foram levados para o IML e quando o camburão foi aberto, eles saíram correndo cada um pra um lado, pois eles haviam aberto as algemas e os demais não fugiram por que os civis contaram com apoio de outros policiais.

Advertisement

Rapidamente os Civis solicitaram apoio da Polícia Militar e várias guarnições se deslocaram para o local e fizeram diligências pelo bairro Costa s Silva, zona norte da capital, porém, nenhum dos foragidos foi encontrado e agora estão sendo procurados.

Faça seu comentário

Compartilhe essa notícia!

Polícia

Após suposto estupro, neta de 11 anos pede ajuda à facção, avô é morto e avó ferida em Porto Velho

Hora 1 Rondônia

Publicado em

em

Compartilhe essa notícia!

Na sexta-feira (21) a Polícia Civil revelou que quatro jovens são suspeitos de assassinarem Gilmar S., de 51 anos, com golpes de facão e de esfaquearem a esposa de 62 anos, após a neta da idosa gravar um vídeo pedindo ajuda depois de ser supostamente estuprada por Gilmar no distrito de Extrema em Porto Velho.

No vídeo gravado pela menina de 11 anos, sua avó estaria consentindo com o estupro e não tinha feito nada para resguardá-la e nem procurou a polícia para denunciar Gilmar, de 51 anos. Após a morte de Gilmar, os investigadores da Delegacia de Extrema, junto com o delegado Odair Roberto, iniciaram as buscas pelos suspeitos.

De acordo com informações de testemunhas, que apontaram as características dos envolvidos, os policiais realizaram buscas na residência dos suspeitos. Nas casas deles, em Extrema, foram encontrados vários invólucros de substância entorpecente. O bando foi autuado em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Advertisement

Dos quatro presos, três são homens, sendo dois de 22 anos e outro de 24, e uma mulher de 19 anos. Os suspeitos foram encaminhados ao Sistema Prisional em Porto Velho. As investigações sobre o crime de homicídio praticado contra o casal de idosos continuam em andamento na Delegacia de Extrema.

A tentativa de duplo homicídio que resultou na morte de Gilmar S., de 51 anos, e deixou a esposa da vítima Maria J. em estado grave, ocorreu no final da noite de terça-feira (18), em uma residência no “beco do Bin Lade”, região central do distrito de Nova Califórnia em Porto Velho.

De acordo com testemunhas, três indivíduos foram vistos pulando a cerca da casa das vítimas, em seguida vizinhos escutaram gritaria e barulho de facão cortando algo, e pouco tempo depois, ficou silêncio e o trio foi embora.

Advertisement

A Polícia Militar foi chamada e encontrou Gilmar morto com golpes de terçado (facão), e Maria com vários cortes pelo corpo ainda com vida.

Uma ambulância do distrito de Extrema deu apoio e socorreu Maria até o Hospital Regional onde ficou internada. Após os trabalhos periciais o corpo de Gilmar foi removido pelo rabecão ao IML em Porto Velho.

 

Advertisement

 

Fonte: News Rondônia / G1 RO

Faça seu comentário
Advertisement

Compartilhe essa notícia!
Continuar Lendo...

Polícia

URGENTE: Força Tática prende motorista de app com dois suspeitos armados após intensa perseguição na zona sul

Hora 1 Rondônia

Publicado em

em

Compartilhe essa notícia!

Três suspeitos identificados como Luís Vitor de Sousa Garcia, 19 anos, Reginaldo Raimundo Silva, 29 anos e o motorista de aplicativo Leandro Henrique Costa da Silva, 21 anos, foram presos em flagrante pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo e direção perigosa, no final da tarde deste sábado (22), após uma intensa perseguição por várias Ruas do bairro Nova Floresta, zona sul de Porto Velho.

De acordo com base as informações precisas dos policiais militares da Força Tática do 9º batalhão, quando avistaram um carro de aplicativo modelo Ford Ká branco na Rua Sucupira, onde os policiais perceberam que o motorista ficou nervoso e os militares deram ordem de parada, no entanto, o motorista empreendeu fuga e na Rua Netuno ao lado do Hospital João Paulo II, o veículo foi abordado e durante a revista foi encontrado duas armas, sendo uma longa calibre 12 de repetição com vários cartuchos e uma pistola calibre .40 com seis munições intactas, além de quatro munições calibre 22 intactas e um simulacro de pistola (Airsoft).

O suspeito Leandro se identificou como motorista de aplicativo e teria dito que acelerou o carro por que ficou com medo dos suspeitos fazerem alguma coisa com ele, porém, os policiais receberam informações que ele sempre presta apoio aos bandidos para cometerem crimes pela cidade. Os policiais questionaram os suspeitos sobre a procedência das armas, mas eles apenas relataram que pertenciam a uma facção criminosa, a Polícia a acredita que eles iriam fazer assaltos pela região e receberam voz de prisão e foram conduzidos para o departamento de flagrantes onde ficaram à disposição da justiça.

Advertisement
Faça seu comentário

Compartilhe essa notícia!
Continuar Lendo...

Polícia

IDENTIFICADO: Jovem que foi torturado e morto é identificado pela Polícia civil

Hora 1 Rondônia

Publicado em

em

Compartilhe essa notícia!

Na noite de ontem à Polícia Militar fez o registro de um crime de homicídio, onde o corpo de um jovem foi encontrado dentro de uma casa na Rua Barão do Amazonas, bairro Mariana, onde a vítima estava com os pés e mãos amarrados e estava com a cabeça desfigurada ao ser atacado com pedradas.

O corpo foi removido pelo rabecão para o Instituto Médico Legal após o término da perícia, onde não havia sido identificado e pela manhã de hoje um familiar fez o reconhecimento do corpo como sendo do jovem Max Bruno Fagundes Furtado, 24 anos, que seria usuário de entorpecentes e teria indo até o local com outros elementos que estão sendo investigados pela Polícia Civil da delegacia de homicídios.

Um crime tão bárbaro que chocou os moradores do bairro Marina, onde a vítima que torturada, ficou com as mãos e pés amarrados para trás e depois executados com pedradas na cabeça, onde teve afundamento de crânio. A polícia acredita em um possível acerto de contas e a qualquer momento os suspeitos puderam ser identificados e presos.

Advertisement
Faça seu comentário

Compartilhe essa notícia!
Continuar Lendo...
Advertisement

Em alta