Filha mandou matar o pai para ter mais liberdade, segundo delegada

De acordo com as investigações, a filha abriu a porta da casa para que os suspeitos entrassem em casa para cometer o crime

0
596
“Um ato repugnante. A própria filha, menor de idade, pagou dois indivíduos para matarem a facadas o pai”. A declaração é da delegada Marília Campello, a respeito da motivação do homicídio de Adinaldo Farias de Souza, de 43 anos. A suspeita é que a filha do indivíduo, de 16 anos, realizou o ato para ter mais liberdade, conforme a delegada.

Douglas Victor Vargas da Costa, 19, e Rosangela Silva Monteiro, 40, foram presos suspeitos de envolvimento no assassinato, que ocorreu no dia 22 de fevereiro deste ano, na Comunidade União da Vitória, bairro Tarumã, Zona Oeste da cidade.

“Ela queria ter mais liberdade. Provável usuária de drogas, o pai não a deixava estar na rua, então ela resolveu ceifar a vida dele”, disse Campello.

A mãe do indivíduo tinha conhecimento das ações da filha desde a fase de planejamento da morte de Adinaldo, conforme a delegada.

Rosangela foi presa temporariamente, na terça-feira (2), para que a polícia possa investigar a respeito da participação dela.

Um dos assassinos morreu em luta corporal contra Adinaldo, que revidou a abordagem dos criminosos, com uma faca.

“O pai é um trabalhador, tinha R$ 7 mil guardados em casa. A filha pegou dois mil e deu cinco aos autores do delito”, disse.

Segundo Campello, Rosangela afirmou que não sabia de nada a respeito do crime. “Depois que o pai morreu, a adolescente disse que a mãe sabia de tudo”, disse a delegada.

Rosângela teria atrasado o socorro de Adinaldo, conforme Campello. Ela e Douglas serão encaminhamos à audiência de custódia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here