Connect with us

Esporte

Contra Peru, Brasil encerra confusa rodada tripla das eliminatórias

Hora1 Rondônia

Publicado

em

Tite deve repetir time que iniciou jogo interrompido contra Argentina

O duelo contra o Peru encerra a participação do Brasil na primeira de duas rodadas triplas das Eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2022 (Catar). A bola rola a partir das 21h30 (horário de Brasília) desta quinta-feira (9), na Arena Pernambuco, pela 10ª rodada da competição, com transmissão ao vivo da Rádio Nacional.

A realização de três jogos (ao invés de dois) nas datas Fifa (período destinado às partidas entre seleções) de setembro e outubro foi a alternativa encontrada para acomodar duelos que inicialmente seriam em março, mas foram adiados devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19). O primeiro compromisso ocorreu na última quinta-feira (2), com vitória brasileira sobre o Chile por 1 a 0 no estádio Monumental de Santiago, na capital chilena.

No domingo passado (5), o jogo entre Brasil e Argentina, na Neo Química Arena, em São Paulo, compensaria o confronto adiado da sexta rodada. A partida, no entanto, foi interrompida com cinco minutos de bola rolando pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), porque quatro atletas da seleção argentina entraram em campo após terem, segundo a agência, infringido regras sanitárias que impedem o ingresso de pessoas que estiveram na Inglaterra nos últimos 14 dias. Eles teriam negado passagem pelo território inglês, apesar de atuarem na liga local. O duelo foi suspenso.

Para a rodada tripla, o técnico Tite não pôde contar com jogadores previamente convocados, mas que não foram autorizados a se apresentarem à seleção pelos clubes ingleses que defendem: os goleiros Alisson e Ederson, o zagueiro Thiago Silva, os volantes Fred e Fabinho e os atacantes Richarlison, Gabriel Jesus, Roberto Firmino e Raphinha. Depois, perdeu o meia Claudinho e o atacante Malcom, que chegaram a treinar com o grupo, mas tiveram as voltas solicitadas pelo Zenit (Rússia). Para suprir as ausências, foram chamados os goleiros Everson e Santos, o zagueiro Miranda, os meias Edenílson e Gerson e os atacantes Hulk, Vinícius Júnior e Artur.

A baixa mais recente é o zagueiro Marquinhos, que cumpriria suspensão diante da Argentina e estaria à disposição para enfrentar o Peru. O defensor foi liberado em meio à incerteza se estaria apto, ou não, para o jogo de quinta, após o episódio em São Paulo. Com isso, Tite escalará a mesma equipe que iniciou o duelo com os argentinos, como confirmou em entrevista, com: Weverton; Danilo, Lucas Veríssimo, Éder Militão e Alex Sandro; Casemiro, Gerson, Lucas Paquetá e Éverton Ribeiro; Neymar e Gabriel Barbosa.

O Brasil lidera as Eliminatórias com sete vitórias em sete jogos e 21 pontos conquistados. O Peru, por sua vez, é o sétimo colocado, com oito pontos. Na última quinta, o time de Ricardo Gareca saiu na frente, mas ficou no 1 a 1 com o Uruguai no estádio Nacional de Lima, na capital peruana. No domingo, em duelo atrasado da sexta rodada, a Blanquirroja bateu a lanterna Venezuela por 1 a 0, novamente em casa.

O treinador deve repetir a base que atuou nos dois jogos. A dúvida está no ataque. Paolo Guerrero foi titular na quinta, enquanto Gianluca Lapadulla, suspenso contra o Uruguai, retomou a condição de titular diante da Venezuela, mas deu lugar ao centroavante do Internacional ao longo dos 90 minutos. A provável formação de Gareca terá: Pedro Gallese; Luis Advíncula, Anderson Santamaría, Alexander Callens e Marcos López; Renato Tapia, Yoshimar Yotún, Andre Carillo, Cristian Cueva e Edison Flores; Gianluca Lapadulla (Paolo Guerrero).

No duelo anterior entre brasileiros e peruanos pelas Eliminatórias, em 13 de outubro do ano passado, a seleção de Tite venceu por 4 a 2, em Lima, pela segunda rodada. Os atacantes Neymar (três) e Richarlison balançaram as redes para o Brasil, enquanto Carillo e Tapia marcaram para os anfitriões.

De lá para cá, as equipes se encontraram duas vezes na última Copa América, ambas no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro. Na primeira fase, o Brasil goleou por 4 a 0 (além de Richarlison e Neymar, o meia Everton Ribeiro e o lateral Alex Sandro deixaram as respectivas marcas). Na semifinal, o escrete canarinho ganhou por 1 a 0, gol do meia Lucas Paquetá.

 

 

FONTE: Agência Brasil

Edição: Fábio Lisboa

Dê a sua opinião!

Esporte

Com torcida de volta, Grêmio amassa São Paulo e ainda respira no Brasileirão

Hora1 Rondônia

Publicado

em

Em grande atuação, Tricolor gaúcho domina rival paulista, faz golaços – inclusive um do meio-campo – e se mantém vivo a duas rodadas do fim; time de Rogério Ceni continua em risco

Esperança gremista

O pulso do Grêmio ainda pulsa. O Tricolor gaúcho se manteve vivo no Campeonato Brasileiro ao vencer (e amassar) o São Paulo por 3 a 0 na noite desta quinta-feira, na Arena, em jogo válido pela 35ª rodada e que marcou a volta da torcida após três jogos de punição.

Os mais de 9 mil torcedores viram um Grêmio diferente: vibrante, jogando com fome e atropelando o rival paulista desde o início, que pouco produziu e ainda teve erros em campo e fora dele, nas escolhas de Rogério Ceni para a escalação. Thiago Santos, no primeiro tempo, e Diogo Barbosa e Jhonata Robert (com um golaço!), no segundo, selaram uma vitória que poderia ter sido ainda maior – foram duas bolas na trave e um gol salvo por Miranda quase em cima da linha.

O Grêmio mantém esperanças de ficar na Série A, enquanto o São Paulo não se livra do risco.

Como fica?

A vitória leva o Grêmio aos 39 pontos, a três do Athletico-PR, primeiro time fora da zona de rebaixamento e que tem um jogo a menos. Já o São Paulo continua com 45, com risco pequeno, mas ainda perto do Z-4 nas duas rodadas finais.

Dê a sua opinião!

Continue Reading

Esporte

“O Galo ganhou!”: Atlético-MG é campeão brasileiro e encerra jejum de 50 anos

Hora1 Rondônia

Publicado

em

O grito de “é campeão” saiu definitivamente, a plenos pulmões, da garganta do torcedor do Atlético Mineiro na noite de quinta-feira (02), após derrotar o Bahia de virada por 3×2 no Estádio do time adversário.

Depois vencer o campeonato de 1971 (o primeiro nomeado “Campeonato Brasileiro), há 50 anos, o Galo volta ao topo do futebol nacional para erguer a sonhada e tão esperada taça do Brasileirão.

Torcida do Atlético-MG exibiu as faixas de campeão brasileiro, no último domingo, no Mineirão — Foto: Fernando Moreno/AGIF

Torcida do Atlético-MG exibiu as faixas de campeão brasileiro, no último domingo, no Mineirão — Foto: Fernando Moreno/AGIF

Dê a sua opinião!

Continue Reading

Esporte

Palmeiras é tricampeão da Copa Libertadores da América

Hora1 Rondônia

Publicado

em

O Palmeiras é tricampeão da Copa Libertadores da América. O Alviverde fez 2 a 1 no Flamengo no estádio Centenário, em Montevidéu, no Uruguai, na tarde deste sábado (27). O primeiro gol palmeirense foi marcado pelo meia Raphael Veiga aos quatro minutos da etapa inicial. Após belo lançamento do zagueiro Gustavo Gómez pela direita para Mayke, o lateral cruzou com perfeição para trás e o artilheiro chegou sozinho para concluir forte e rasteiro para o fundo das redes. Na sequência do primeiro tempo, o jogo foi de muito equilíbrio e forte marcação.

O time do Rio de Janeiro ficou mais com a bola (66% contra 34%), mas quem mais finalizou no gol foi a equipe paulista (3 a 1).

Na etapa final, depois do Rubro-Negro já ter feito duas mudanças (a saída do Filipe Luís para a entrada de Renê e a troca de Everton Ribeiro por Michael), veio o empate. Aos 26 minutos, Arrascaeta deu um bom passe para Gabriel Barbosa. O atacante invadiu a área nas costas do lateral Mayke e bateu de esquerda. O goleiro Weverton acabou fechando mal o canto direito e não conseguiu evitar que a bola estufasse as redes. Foi assim que acabou o tempo regulamentar.

Depois, na prorrogação, o técnico português Abel Ferreira tirou Raphael Veiga e colocou Deyverson. E, logo aos quatro minutos do primeiro tempo, a mudança deu resultado em um vacilo incrível da zaga flamenguista. David Luiz tocou para Andreas Pereira, que perdeu a bola para Deyverson. O atacante palmeirense entrou livre na cara do Diego Alves e bateu firme rasteiro. A bola ainda desviou no goleiro, mas foi para o fundo das redes.

 

 

FONTE: Agência Nacional

Edição: Pedro Ivo de Oliveira

 

Dê a sua opinião!

Continue Reading

Em alta

Mais lidas