Após oito meses da tragédia, corpo é encontrado em Brumadinho

Vítima ainda espera identificação. A operação ocorreu na manhã deste domingo (29/09/2019), em trabalho do Corpo de Bombeiros

0
662

Ainda em buscas de vítimas da tragédia de Brumadinho (MG), o Corpo de Bombeiros da região resgatou um corpo na manhã deste domingo (29/09/2019). Agora, oficialmente, são 250 pessoas que morreram com o rompimento da barragem da Mina do Córrego do Feijão, da Vale, na região metropolitana de Belo Horizonte. As informações são do jornal O Tempo.

Na semana passada, o caso completou oito meses. Inteiro, o corpo encontrado seguirá para o Instituto Médico-Legal para a devida identificação.

A região onde o cadáver foi resgatado é chamada de remanso 4 pelos militares. Cerca de 150 bombeiros seguem no local, com dois cães, para tentar encontrar mais vítimas da tragédia. Oficialmente, segundo a Defesa Civil de Minas Gerais, 21 pessoas continuam desaparecidas.

História

A barragem Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG), rompeu-se por volta das 13h do dia 25 de janeiro deste ano. O vazamento de lama fez com que uma outra barragem da Vale transbordasse. O restaurante da companhia foi soterrado. O prédio administrativo também foi atingido.

A lama se espalhou pela cidade e moradores precisaram deixar as casas. Equipes de bombeiros e da Defesa Civil, desde então, foram mobilizadas para a área e estão em busca de vítimas. Tanto o governo federal quanto o local montaram gabinetes de crise e deslocaram autoridades para a região à época da tragédia. Até militares de Israel vieram ajudar na busca por corpos.