Connect with us

Brasil

ALERTA: Casos de Herpes-Zoster dispararam na pandemia, aponta estudo

Publicado em:

on

São Paulo, 02 de julho de 2021. Popularmente como “cobreiro”, o Herpes-Zoster é uma infecção viral, provocada pelo vírus o Varicela-zoster. Alojado na coluna espinhal de pacientes que já tiveram Catapora, ele pode permanecer inativo durante anos ou em estado latente, “podendo ser reativado por motivos diversos, passando por um sistema imunológico fragilizado ou envelhecido, até mesmo fatores externos como ansiedade e outros problemas que afetam a saúde mental fazendo assim com que o vírus migre para a pele manifestando o herpes zoster”, explica o médico infectologista do Grupo Sabin Medicina Diagnóstica, Dr. Alexandre Cunha.

As lesões na pele, acompanhadas de dor intensa, são os principais sintomas da doença, que hoje afeta aproximadamente 41 pessoas por milhão de habitantes no Brasil, segundo pesquisa divulgada pela Universidade Estadual de Montes Claros. Um salto superior a 35% quando comparado com os indicadores do período pré-pandemico (entre 2017 e 2019). Com base nos registros feitos no Sistema Único de Saúde (SUS), entre abril e agosto de 2020, a pesquisa detectou que antes da pandemia havia no Brasil pouco mais de 30 casos a cada milhão de habitantes, e com a chegada da pandemia, saltou para mais de 40 casos por milhão de habitantes e foram as regiões Centro Oeste e Sudeste que registraram mais casos da doença.

O estudo não aponta as causas para o aumento, mas os pesquisadores estão avaliando que relação podem ter com a Covid-19. O infectologista destaca que a pesquisa é importante para compreender que fatores podem potencializar a incidência da doença. “Sabemos que fatores emocionais também interferem diretamente no sistema imunológico desses pacientes e esse mapeamento pode nos ajudar a entender como chegamos a estes números”, destaca.

Dr. Alexandre faz outra observação importante. “Se não tratado de forma rápida e adequada, as complicações da doença podem ser graves afetando terminações nervosas nos olhos, rosto e ouvido dos pacientes, provocando paralisia, perda visual ou auditiva. Ele acomete pessoas que já tiveram Catapora, principalmente quem já passou dos 50 anos, mas não exclui os mais jovens dos riscos. Por isso, é fundamental investir num cuidado tão básico e importante como a vacinação”, orienta.

Contra o vírus: vacina!

O médico explica que no Brasil, a vacina contra o zoster pode ser adquirida na rede privada de saúde e é indicada para pessoas com 50 anos ou mais. “Ela oferece proteção contra o zoster mesmo nas pessoas que já tiveram contato com o vírus – mas, neste caso, a orientação é esperar um ano após o contágio para aplicação da dose”, assegura o especialista. Além disso, Dr. Alexandre explica que indivíduos já vacinados e que ainda assim desenvolveram a doença, apresentam significativa redução da dor e das complicações e destaca também que a vacina não é indicada para o tratamento do herpes zoster ou neuralgia pós-herpética.

Outro aliado da saúde é a vacina Varicela que pode ser encontrada nas redes pública – pelo Programa Nacional de Imunização – e privada de saúde. Ela protege contra a catapora, a doença infecciosa, altamente contagiosa, usualmente benigna e que acomete principalmente em crianças não vacinadas. “A Catapora também é causada pelo vírus varicela-zoster e geralmente tem pico de incidência em crianças com idade entre 3 e 7 anos e os casos mais graves acontecem nas crianças com menos de 1 ano de idade e em adultos. É mais uma opção de prevenção. Vacinando as crianças, podemos visualizar um futuro com menos ocorrências de Herpes Zoster”.

Disponível no portfólio do Grupo Sabin, a vacina Herpes Zoster está licenciada para pessoas com 50 anos ou mais e é recomendada como rotina para maiores 60 anos de idade. No mesmo portfolio é possível encontrar também a vacina Varicela, que confere proteção contra a catapora. “Trata-se de vacina que apresenta vírus vivos “enfraquecidos” da varicela e é recomendada de rotina para crianças a partir de 12 meses. Excepcionalmente, em situações de surto, por exemplo, pode ser administrada também em crianças a partir de 9 meses. Todas as crianças, adolescentes e adultos que não tiveram catapora podem e devem ser vacinados”, explica o infectologista.

A empresa, tem um serviço de imunização que conta com outros 30 tipos de vacinas e podem ser adquiridas e agendadas via loja virtual e no app. Além disso, conta com canais de comunicação que oferecem o acesso ao cartão de vacinas virtual, facilitando o acompanhamento e controle nos cuidados com a saúde. Outro diferencial é a atualização das equipes de imunização do Sabin, que são treinadas para promover um atendimento diferenciado em toda a jornada do paciente, desde avaliação cartão vacinal, passando pela aplicação da vacina e até acompanhamento pós-vacina. Um cuidado integrado para toda a família.

Para conferir mais detalhes sobre o portfolio do Grupo Sabin, acesse: https://www.sabin.com.br

Viviane Melém
Faça um comentário

Brasil

Mais de 10 milhões ainda não sacaram fundo do PIS-Pasep; saiba como fazer

Publicado em:

on

Liberado desde agosto de 2019, o saque das contas dos fundos do Programa de Integração Social (PIS) e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) está esquecido por muitos trabalhadores. Segundo a Caixa Econômica Federal, cerca de 10,5 milhões de brasileiros ainda não retiraram R$ 23,3 bilhões.

Tem direito ao saque quem trabalhou com carteira assinada na iniciativa privada entre 1971 e 4 de outubro de 1988. Os interessados devem procurar a Caixa Econômica Federal para retirar o dinheiro. O prazo para o saque vai até 1º de junho de 2025. Após essa data, o dinheiro será transferido à União.

Até maio de 2020, a Caixa administrava apenas as cotas do PIS, destinadas aos trabalhadores do setor privado. No entanto, o Banco do Brasil (BB), que gerenciava o fundo do Pasep, destinado a servidores públicos, militares e funcionários de estatais, transferiu as cotas para a Caixa, o que permitiu a unificação dos saques.

O saque pode ser pedido no aplicativo Meu FGTS, que permite a transferência para uma conta corrente. A retirada em espécie varia conforme o valor a que o beneficiário tem direito. O saldo pode ser consultado no aplicativo, no site do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) ou no internet banking da Caixa.

O saque de até R$ 3 mil poderá ser feito nas lotéricas, correspondentes Caixa Aqui e nos terminais de autoatendimento, utilizando o cartão Cidadão, com senha. Outra opção é nas agências da Caixa. Acima de R$ 3 mil, somente nas agências da Caixa, mediante a apresentação de documento oficial com foto. Para saber se tem direito às cotas do fundo, o correntista deve consultar o endereço www.caixa.gov.br/cotaspis.

Segundo a Lei 13.932, de 2019, os recursos do fundo ficarão disponíveis para todos os cotistas. Diferentemente dos saques anteriores, realizados em 2016, 2017 e 2018, não há limite de idade para a retirada do dinheiro.

A lei facilita o saque por herdeiros, que passarão a ter acesso simplificado aos recursos. Eles terão apenas de apresentar declaração de consenso entre as partes e a declaração de que não existem outros herdeiros conhecidos, além de documentos como certidão de óbito, certidão ou declaração de dependentes, inventários ou alvarás judiciais que comprovem as informações.

FONTE: Agência Brasil

Faça um comentário

Continue lendo...

Brasil

Itamaraty: governo acompanha com preocupação violência em Beirute

Publicado em:

on

O governo brasileiro informou que acompanha “com preocupação” os atos de violência ocorridos na última quinta-feira (14), na capital do Líbano, Beirute, que deixaram ao menos 6 mortos e dezenas de feridos.

“O governo brasileiro reitera seu apoio ao governo do Líbano e aos esforços de toda a sociedade libanesa para restabelecer a calma e a segurança na capital pela via do diálogo e do entendimento”, diz nota do Itamaraty divulgada ontem (15) à noite. A nota informa ainda que não há brasileiros entre os feridos.

Leia aqui a íntegra da nota do Itamaraty.

Entenda

Na quinta-feira, apoiadores do grupo xiita libanês Hezbollah foram alvos de disparos, quando seguiam para um protesto que exigia o afastamento do juiz que investiga a explosão do ano passado no porto da cidade.

De acordo com o Exército os manifestantes foram atingidos quando passavam por uma rotatória localizada em área que divide bairros cristãos e muçulmanos xiitas. Os tiros teriam partido do bairro cristão de Ain el-Remmaneh.

As tensões políticas causadas pelo inquérito sobre a explosão no Porto de Beirute aumentam, e o Hezbollah, grupo fortemente armado e apoiado pelo Irã, lidera os pedidos de afastamento do juiz Tarek Bitar, acusando-o de ser tendencioso. A explosão deixou mais de 200 mortos em agosto do ano passado.

FONTE: CM7

Faça um comentário

Continue lendo...

Brasil

URGENTE: Adolescente de 16 anos é brutalmente assassinado no Parque São Pedro na capital

Publicado em:

on

Manaus – Na noite desta quinta-feira (14), um auxiliar de oficina, de apenas 16 anos, identificado até o momento apenas como ‘Léo’, foi assassinado no Parque São Pedro, bairro Tarumã, zona Oeste da capital.

De acordo com informações da polícia, o crime possivelmente foi cometido por traficantes da área, que buscavam executar uma outra pessoa. A suspeita é de que Léo tenha sido confundido com o principal alvo e foi morto por engano.

O Instituto Médico Legal (IML) foi acionado para realizar a remoção do corpo. O caso deve ser investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Faça um comentário

Continue lendo...

Em alta