Motorista de aplicativo que matou rapaz em boate em Vilhena é condenado

Acusado irá para o regime semiaberto com uso de tornozeleira eletrônica

0
101

Maicon Queiroz de Lima, de 27 anos, acusado de matar com golpes de faca Joelson Ferreira Gomes, em fevereiro de 2019, foi condenado a seis anos de prisão, em julgamento realizado na nesta quarta-feira (4), no Fórum Desembargador Leal Fagundes, em Vilhena. Preso logo depois do crime, o acusado aguardava o julgamento na Casa de Detenção, no entanto, ele irá para o regime semiaberto com uso de tornozeleira eletrônica. A decisão é da juíza Liliane Pegoraro Bilharva.

O crime

O jovem Joelson Pereira Gomes, de 25 anos, morto na frente da casa noturna Ferraçus, no bairro Bodanese, na madrugada do dia 28 de fevereiro.

Ele estava na companhia de outras pessoas que iniciariam uma briga dentro da boate, mas foram colocados para fora e no meio da rua, ele foi vitimado com seis facadas, sendo que duas no peito. Joelson morreu no local. Maicon Queiroz, acusado de desferir as facadas foi preso logo depois pela Polícia Civil e confessou o crime.