River Plate perde para o Boca, mas vai à final da Libertadores

O time Millonarios contou com a vantagem construída na partida de ida para eliminar o arquirrival em plena Bombonera

0
98
BUENOS AIRES, ARGENTINA - OCTOBER 22: Ignacio Fernandez of River Plate drives the ball as Ivan Marcone of Boca Juniors and Agustin Almendra of Boca Juniors lie injured during the Semifinal second leg match between Boca Juniors and River Plate as part of Copa CONMEBOL Libertadores 2019 at Estadio Alberto J. Armando on October 22, 2019 in Buenos Aires, Argentina. (Photo by Rodrigo Valle/Getty Images)

A torcida do Boca Juniors fez de tudo para encurtar a diferença técnica entre o time da casa e o arquirrival River Plate. Na noite desta terça-feira (22/10/2019), os xeneizes lotaram a Bombonera mais de uma hora antes de a bola rolar para o segundo jogo da semifinal da Copa Libertadores e não pararam de cantar um só minuto. Ainda assim, apoiado no placar de 2 x 0 construído no Monumental de Nuñez, o River conseguiu segurar a vantagem e, mesmo derrotado por 1 x 0, está garantido na decisão da principal competição sul-americana de clubes.

Atual campeão e primeiro classificado para a final de 2019, o River Plate agora aguarda o vencedor do duelo brasileiro entre Flamengo e Grêmio, nesta quarta-feira (23/10/2019), para saber o adversário.

O gol que renovou as esperanças do Boca na noite desta terça ocorreu aos 34 minutos do segundo tempo. Mac Allister cobrou falta na área e após confusão, a bola sobrou no alto para Hurtado. O camisa 25 só teve o trabalho de empurrar para a rede e esquentar ainda mais o duelo argentino.

A partir daí, o Boca tentou na base da bola aérea chegar ao gol que levaria a decisão para a cobrança de pênaltis, mas não conseguiu furar o bloqueio.

A partida na Bombonera ficou marcada também pelo atraso de 15 minutos. Isso porque uma chuva de papel picado sobre o gramado obrigou o árbitro brasileiro Wilton Pereira Sampaio a solicitar a limpeza. Somente após 15 minutos havia condições de jogo.

A decisão da Libertadores 2019 será no Estádio Nacional de Santiago, no Chile, em 23 de novembro. A Conmebol acompanha de perto as manifestações que ocorrem no país e, por enquanto, mantém a data e o local da partida. O Estádio Mané Garrincha, em Brasília, chegou a ser oferecido como opção.