Imea aponta leve aumento no custo operacional do milho em Mato Grosso

Imea divulgou relatório apontando que o custo de produção do milho de alta tecnologia para a safra 2019/20 exibiu variação positiva de 0,06%, com relação ao mês de setembro

0
106

O Imea (Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária) divulgou relatório apontando que o custo de produção do milho de alta tecnologia para a safra 2019/20 exibiu variação positiva de 0,06%, com relação ao mês de setembro, ficando em R$ 2.701,11/ha, com destaque para os defensivos agrícolas inseridos nos custos variáveis, que aumentaram 0,44% na análise mensal.

A publicação aponta ainda que, “os custos com o arrendamento de terra alcançaram o maior acréscimo no comparativo com agosto, de 0,98%. As variações foram balizadas na valorização do dólar (média de 2,5%), aliado ao avanço das cotações da soja, que influíram nos custos com arrendamento, refletindo assim em todas as outras culturas”.

O Instituto destaca ainda que o Mato Grosso foi responsável por 52,42% do total de milho brasileiro embarcado no acumulado do ano, de janeiro até setembro, que já é de 28,91 milhões de toneladas, uma alta de 130,34% com relação ao mesmo período de 2018.

“Mato Grosso escoou 15,16 milhões de toneladas, volume bem acima do observado em 2018 (9,82 milhões de toneladas). Tal ampliação se deve, principalmente, à produção do grão em maior escala, seguida da demanda externa mais aquecida”.