Trabalhos desenvolvidos pelo Batalhão de Polícia Ambiental

É o fruto de um trabalho sério e com o compromisso com a comunidade que faz com que o batalhão ambiental se destaque no Estado...

0
80

Crianças de Escola municipal, visitam Batalhão de Polícia Ambiental

Candeias do Jamari  – na manha da ultima quinta feira, 17, uma classe da escola Belezas dos Buritis, da rede pública municipal de Porto Velho, visitaram o quartel da Polícia Militar Ambiental para um período de conhecimento, orientações e atividade lúdicas de cunho ambiental. O objetivo foi familiarizar os pequenos, cerca de 21 crianças, com a fauna e flora da região amazônica como forma de preservar o meio ambiente e desde de cedo despertá-las para sua responsabilidade Ambiental.

As ações foram desenvolvidas pelo BPA, através do Centro Temático de Educação Ambiental, como forma de prevenir ações hostis ao meio ambiente, promovendo a utilização sustentável dos recursos disponíveis na natureza. Os alunos tiveram ainda um momento cívico, conheceram o vivieiro e fizeram um trilha ecológica, na sede do Batalhão Ambiental.

Operação conjunta entre BPA e BPFron combate garimpo clandestino em Abunã

Candeias do Jamari – na última sexta feira, 18, policiais militares do Batalhão de Polícia Ambiental e do Batalhão de Polícia de Fronteira( BPFron) realizaram a prisão de seis pessoas acusadas de realizarem extração irregular de ouro, sobre o Rio Madeira, na altura do Distrito de Abunã, cerca de 200 km da capital. Durante a operação, em poder dos suspeitos que estavam realizando a garimpagem clandestina, foram encontradas duas espingardas, munições, mercúrio líquido, utilizado na purificação do outro extraído e uma certa quantia em espécie, supostamente oriundo do comércio do minério.

Os suspeitos responderão pela prática dos crimes de porte ilegal de arma de fogo e pela extração de minério sem a devida permissão do órgão ambiental competente.

As autorizações e permissões para esse tipo de atividade visa, além de garantir o uso sustentável dos recursos naturais, preservar a saúde e segurança dos envolvidos, mas mesmo assim essas pessoas, que muitas vezes são reincidentes nessa prática,   insistem em permanecer na irregularidade gerado prejuízos ambientais, muitas vezes irreversíveis, colocando em risco a vida aquática com a dispensa de mercúrio no leito dos rios entre outro danos. Por isso os órgãos ambientais e parceiros tem intensificado ações no sentido de minimizar os danos já causados por essas atividades em nossos rios e responsabilizar, administrativamente, cível e criminalmente os autores dos danos causados.

Fiscalização Ambiental: BPA apreende madeira in natura 

Candeias do Jamari – Mais de 300 metros cúbicos de madeira extraída ilegalmente localizadas, oito termos circunstanciado de ocorrência  confeccionado e quase 60 mil reais em multas nas últimas 48 horas. Os policiais militares do Batalhão de Polícia Ambiental identificaram os ilícitos ambientais durante fiscalização, realizada na área rural, dos municípios de Candeias do Jamari, Cujubim e no distrito de Rio Pardo(Porto Velho) entre os dias 18 e 19 de outubro.

As ações foram desencadeadas em combate a prática de extração irregular de forma a garantir a lei e a ordem em todo nosso Estado.