Motorista de aplicativo teria matado mulher ao descobrir gravidez

O corpo de Julia Inez Rodrigues Soares foi encontrado com sinais de espancamento na Praia do Sossego, em Niterói, Rio de Janeiro

0
177

A Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí, no Rio de Janeiro, prendeu na manhã dessa terça-feira (08/10/2019) Fábio Souza da Silva. Segundo o delegado responsável pelo caso, Phelipe Cyrne, ele já confessou ter matado a namorada Julia Inez Rodrigues Soares. O motivo do crime seria o fato de ela ter engravidado. As informações são do jornal O Dia.

“Ele [Fábio] tinha um relacionamento com a Julia, engravidou, e a chave dessa discussão seria a não aceitação dessa gravidez”, disse o delegado.

O corpo dela foi encontrado na madrugada da última segunda-feira (07/10/2019), na Praia do Sossego, em Niterói, com sinais de espancamento. Os policiais chegaram ao local após denúncia anônima.

De acordo com imagens obtidas pela investigação, Fábio, que é motorista de aplicativo, foi visto chegando ao local onde o corpo de Julia foi encontrado. Ele será indiciado por feticídio e aborto sem consentimento da gestante. A pena pode ultrapassar 30 anos de condenação.