Athletico-PR e Internacional fazem final inédita na Copa do Brasil

Disputa na área técnica: Odair e Tiago Nunes só estão abaixo de Renato Gaúcho como treinadores que estão há mais tempo no cargo

0
59

Pela primeira vez na história da Copa do Brasil, Athletico-PR e Internacional estarão frente a frente na disputa pelo título da competição, em sua 31ª edição. A partida de ida da decisão acontece nesta quarta-feira (11/09/2019), na Arena da Baixada, às 21h30.

O Furacão briga pela segunda vez pela taça. A primeira ocasião ocorreu em 2013, quando o time do Paraná acabou perdendo para o Flamengo. Já os Colorados competem o título pela terceira oportunidade. Nas anteriores, levou o troféu em 1992 sobre o Fluminense, mas perdeu para o Corinthians, em 2009. Agora, 10 anos depois, está de volta ao combate no comando de Odair Hellmann, que no fim do ano completa três temporada à frente do time.

Técnicos resistentes
Odair e Tiago Nunes só estão abaixo de Renato Gaúcho como treinadores que estão há mais tempo ocupando o posto — o tricolor está desde 2016 à frente do Grêmio. Odair assumiu o cargo nas últimas rodada da Série B de 2017, quando o Inter voltou à elite do Brasileirão. De lá até a última partida disputada são 122 jogos, sendo 62 vitórias, 26 empates e 34 derrotas, resultado no aproveitamento de 57,9%.

Tiago Nunes está um pouco acima nesse quesito. São 59,8% de aproveitamento no Furacão e ele completa dois anos no comando no fim deste ano — em 2018 começou como interino para só depois ser efetivado. Até então, Tiago soma 88 jogos, sendo 46 vitórias, 20 empates e 22 derrotas.

Enquanto um ostenta uma Copa Sul-Americana pelo Athletico, o outro ainda está carente por títulos. Para a partida desta quarta, ambos terão todos os jogadores à disposição. No rubro-negro paranaense há apenas a incógnita de quem irá compor o sistema defensivo e do outro lado Odair está entre começar com Nico López, que é o mais provável, ou Rafael Sobis.

Ficha técnica:
Escalações (prováveis):
Athletico-PR: Santos; Khellven (Madson), Bambu, Léo Pereira (Lucas Halter), Márcio Azevedo; Wellington, Bruno Guimarães, Léo Cittadini; Nikão, Rony e Marco Ruben. Técnico: Tiago Nunes
Internacional: Marcelo Lomba; Bruno, Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta, Uendel; Rodrigo Lindoso, Patrick, Edenílson; D’Alessandro, Nico López (Rafael Sobis) e Paolo Guerrero. Técnico: Odair Hellmann
Local: Arena da Baixada, Curitiba (PR)
Data: quarta-feira (11/09/2019)
Horário: 21h30
Arbitragem: Raphael Claus (SP)
Transmissão: TV Globo, SporTV e Premiere (pay-per-view)