Com gols de Diego Souza e Alex Santana, Botafogo bate Galo no Engenhão

Com a derrota, o Atlético-MG chega a quatro derrotas consecutivas no Brasileirão

0
44
RJ - BRASILEIRÃO/BOTAFOGO X ATLÉTICO-MG - ESPORTES - Diego Souza, do Botafogo, comemora seu gol em partida contra o Atlético Mineiro, válida pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro 2019, realizada no Estádio Nilton Santos (Engenhão), na zona norte do Rio de Janeiro, neste domingo (08). 09/08/2019 - Foto: JORGE RODRIGUES/ELEVEN/ESTADÃO CONTEÚDO

Após ter sido eliminado pela Sul-Americana pelo Atlético-MG, o Botafogo deu o troco no Galo na tarde deste domingo (08/09/2019), no Engenhão, por 2 x 1. Os gols foram marcados por Diego Souza, de pênalti, e Alex Santana. Nos acréscimos, o argentino Di Santo diminuiu para os mineiros.

Com o resultado, os comandados de Rodrigo Santana chegaram a quatro derrotas consecutivas e se encontram na 8ª posição, com 27 pontos. Na próxima rodada, o Atlético-MG busca a recuperação contra o Internacional, no Independência, domingo, às 11h.

Para o Botafogo, a vitória muda pouco em termos de classificação: é o 10º, com 26 pontos. Os cariocas tentarão subir na tabela, na próxima rodada, contra o Ceará, no Castelão, sábado, às 21h.

O jogo
O Botafogo começou a partida buscando o ataque. O Atlético-MG, no entanto, se defendeu bem e não deixou o adversário levar perigo para sua meta. No ataque, no entanto, o Galo pouco fez.

Apenas no fim do 1º tempo o jogo ganhou mais emoção. Aos 42, Igor Rabello foi expulso por colocar a mão na bola em uma falta cobrada de Gilson. Diego Souza foi para a cobrança, batendo forte e alto no canto direito de Wilson, que acertou o lado mas não conseguiu alcançar a bola. Botafogo 1 x 0.

2º tempo
Apesar de estar com um a menos, o Atlético-MG pareceu mais organizado em campo no início da etapa complementar do que o Botafogo, que não conseguiu aproveitar os ataques. Destaque para Cazares por centralizar as ações e colocar os companheiros em boa posição para finalizar.

Aproveitando uma das subidas do Atlético-MG ao ataque, o Botafogo chegou ao segundo gol. Diego Souza cabeçou para Valência, que saiu do campo de defesa e lançou Alex Santana. O volante superou os zagueiros na velocidade e, cara a cara com Wilson, finalizou forte e no alto.

Após o segundo gol, o Atlético-MG parou de tentar agredir o adversário e recuou para seu campo de defesa. O Botafogo, já satisfeito com a vantagem, também diminuiu o ritmo.

Quando o placar parecia definido, o Galo diminuiu. Léo Silva cruzou da direita, Vina desviou na primeira trave e Di Santo, livre, meteu para dentro, marcando seu primeiro gol com a camisa do Atlético.