Primeira turma do centro de ciência e tecnologia de Nova Mutum Paraná é certificada pelo INFRO

60 alunos concluíram os cursos de Robótica e Introdução à Programação Web

0
101

É certificada a primeira turma do Centro de Ciência e Tecnologia (CCT) – Colégio
Tiradentes da Polícia Militar II, nos cursos de Robótica e Introdução à Programação Web,
em Nova Mutum Paraná. Os cursos foram oferecidos pelo Instituto Federal de Rondônia
(IFRO) e a certificação é um marco, visto que é a primeira turma a concluir os cursos
ofertados no CCT, uma iniciativa da Energia Sustentável do Brasil, concessionária da Usina
Hidrelétrica Jirau, por meio de convênio firmado com o Governo do Estado de Rondônia.
O evento foi realizado na manhã do dia 1º de julho, quando 60 alunos receberam o
certificado de conclusão dos cursos, iniciados em 10 setembro de 2018 e concluídos em 28
de fevereiro de 2019, cumprindo a carga-horária de 150 horas cada um.

A Coordenadora Pedagógica do Centro de Ciência e Tecnologia, professora Ailnete
Nascimento, demonstrou seu orgulho por fazer parte dessa realização. “Tivemos tantos
ganhos, eu vejo a evolução desses meninos, eles me mostraram o potencial deles. O
Centro de Ciência e Tecnologia é uma grande família, além de termos aqui professores
fantásticos do IFRO, ensinando com atenção e carinho esses alunos para terem uma vida
melhor, um futuro brilhante, é um espaço muito especial. Desde o início tem sido um
presente coordenar o CCT. O sentimento hoje é só de alegria e gratidão pelas parcerias e
de ver o crescimento desses meninos recebendo a certificação”, destacou Ailnete.
George Madson Dias, Professor de Introdução à Programação Web do IFRO, falou
um pouco sobre a experiência de formar a primeira turma do CCT. “A honra é muito grande
em poder contribuir e fazer deste projeto. Nossa missão é que todos os talentos sejam
descobertos, não só para Nova Mutum Paraná, mas para o mundo.

Este é o primeiro certificado deste sonho, da união de forças e trabalho entre o Instituto Federal, a ESBR, o CTPM II e o Governo do Estado de Rondônia. Eu agradeço aos nossos parceiros por nos permitir contribuir com o Centro de Ciência e Tecnologia”, ressaltou George. A estudante de Programação Web, Kauana Machado, falou do sentimento em
pertencer ao projeto. “Eu sempre tive interesse na área de exatas e acho que tanto o curso
de Programação Web quanto o curso de Robótica são excelentes. Deram essa
oportunidade para a gente aprender um pouco mais e o que tenho a dizer é ‘Obrigada a

todo mundo’, porque é difícil ter oportunidades como essa, então a gente sente um certo
orgulho em fazer parte desse projeto”, disse Kauana.
Destaque na sua turma de Robótica, o estudante Gabriel dos Santos Mota,
comemora mais essa vitória. “É gratificante esse momento para todos nós, passamos por
muitos desafios, mas com a ajuda de excelentes profissionais conseguimos dar
prosseguimento às nossas pesquisas”, finalizou contente.
Momento de comemoração e felicidade também para Maria Lopes com a certificação
do neto Higor Lopes, no curso de Programação Web. “Vim de Porto Velho prestigiar, é um
prazer muito grande, estou me sentindo feliz e emocionada por essa vitória na vida do meu
neto. Estou muito orgulhosa, quero que ele siga essa carreira na área da computação, que
para mim vai ser um grande sonho realizado”.

Durante a cerimônia de entrega dos certificados, o Diretor Administrativo da Energia
Sustentável do Brasil, Júlio Freitas, ressaltou a capacitação dos jovens como parte
integrante de um plano de desenvolvimento sustentável para a região. “Sinto-me realizado
hoje. Não basta sonhar, é preciso realizar e essa certificação é a concretização das ações.
Todos nós da UHE Jirau moramos aqui em Nova Mutum Paraná, e nos sentimos parte da
comunidade e hoje estamos felizes por mais este passo rumo ao futuro melhor que, juntos,
estamos construindo”, marcou Júlio Freitas em discurso.

SAIBA MAIS SOBRE O CENTRO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA
A Energia Sustentável do Brasil (ESBR), concessionária da Usina Hidrelétrica (UHE)
Jirau, investiu cerca de R$ 2 milhões subsidiados com recurso do subcrédito social do
BNDES na implantação do Centro de Ciência e Tecnologia (CCT) por liberalidade da
Empresa, visando o desenvolvimento social da região. A inauguração do CCT em Nova
Mutum Paraná foi realizada em 6 de novembro de 2018, por meio de um convênio com o
Governo do Estado de Rondônia, e funciona sob a coordenação pedagógica do Colégio
Tiradentes da Polícia Militar II, escola que apresentou em 2017 o melhor Índice de
Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) do Estado.

O objetivo do CCT é beneficiar os jovens da região do entorno da UHE Jirau, criando
um modelo educacional inédito e de excelência em Rondônia. Está instalado num prédio de
1.800 m² e conta com laboratório de IoT (Internet das Coisas), laboratório de robótica, de
informática, de alimentos, biblioteca, sala de estudos, internet banda larga de alta

velocidade e toda a infraestrutura necessária para os estudantes. O Centro atua na
formação técnica e no desenvolvimento de projetos de iniciação científica e de inovação
tecnológica em parceria com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de
Rondônia (IFRO). Além disso, tem apoio financeiro da ESBR por meio do convênio firmado
inicialmente para cinco anos para viabilizar os projetos dos estudantes, bem como sua
exposição em eventos científicos dentro e fora do país. Outra contribuição da UHE Jirau é
a transferência de conhecimento técnico aos jovens, que será proporcionado de forma
voluntária por especialistas de diversas áreas da Hidrelétrica.