Aprovado pela Câmara, projeto da Prefeitura para pagamento do piso nacional dos professores

O pagamento do piso salarial vai gerar um efeito cascata, fazendo com que haja aumento nas gratificações.

0
62

Projeto de lei de autoria do poder executivo de Porto Velho, que regulamenta o pagamento do piso salarial nacional aos professores que trabalham 40 horas semanais, foi aprovado em 1ª e 2ª votação pela Câmara de Vereadores, na noite desta segunda-feira (15/7).

“Nunca foi pago o piso da educação aqui no Município. Nós conseguimos honrar com essa demanda antiga dessa categoria muito importante. Isso é valorização e dignidade para a classe. Vai contribuir para a melhoria da educação, pois eu acho que o professor mais satisfeito, mais valorizado ele trabalha melhor”, destacou o prefeito Hildon Chaves.

O secretário municipal de Educação, Márcio Felix, disse que era necessário a prefeitura pagar um complemento para que o salário do professor chegasse ao piso nacional da educação. “Como complemento, não conta para a aposentadoria. Por isso, é importante essa valorização profissional que foi determinada pelo prefeito Hildon Chaves”, afirmou.

Ainda de acordo com o secretário, o pagamento do piso salarial vai gerar um efeito cascata, fazendo com que haja aumento nas gratificações.

Vereadores

Os vereadores foram unânimes ao enaltecerem a postura do executivo municipal na valorização dos professores com o pagamento do piso nacional da educação. Na primeira votação, houve 20 votos favoráveis e 1 ausência. Na segunda, 18 votos a favor e 3 ausências.