Justiça determina que piloto filmado agredindo namorada seja solto

Em 14 de dezembro, Luciana Sinzimbra gravou um vídeo sem que o namorado, Victor Junqueira, soubesse. Imagens a mostram sendo espancada3

0
196

A Justiça determinou nesta segunda-feira (15/07/2019) que o piloto de avião Victor Augusto do Amaral Junqueira, 25 anos, filmado agredindo a então namorada, a advogada Luciana Sinzimbra, seja solto. Ele foi preso em Anápolis após descumprir medidas protetivas. As informações são do portal G1.

Ao portal, o advogado que defende Junqueira, Demóstenes Torres, afirmou que foi “atendido o pedido de soltura com adoção de medidas cautelares que resguardem a vítima”.

O advogado de Luciana, Eduardo Nascimento de Moura, disse que a decisão da juíza foi acertada: “Entendemos que foi a melhor decisão. A assistência de acusação recebe [a decisão] de forma tranquila, inclusive porque se manifestou favorável à liberdade provisória do acusado, desde que observadas as medidas protetivas estabelecidas”.

Segundo Moura, as medidas protetivas envolvem mudança do réu para Cocalzinho de Goiás, uso de tornozeleira eletrônica e comparecimento semanal à Justiça para comprovar as obrigações estabelecidas.

O caso
Em 14 de dezembro, Luciana gravou um vídeo sem que seu namorado soubesse. Nas imagens, Victor é flagrado espancando a ex-namorada no apartamento dela, em Goiânia. A advogada registrou ocorrência no dia seguinte e contou às autoridades policiais que namorava o autor das agressões havia três anos.

Ela relatou também não ter sido a primeira vez em que foi atacada. O fato teria ocorrido ao menos outras duas vezes. No dia da filmagem, o casal retornava de uma confraternização do trabalho de Luciana. A advogada diz ter esquecido um presente na festa e, então, o casal teria retornado ao local.

O fato teria teria enfurecido o piloto. Nas imagens, é possível ver a advogada sendo agredida a socos e ainda ouvi-la dizer: “Você vai me matar desse jeito”.