Em noite de VAR e Jesus expulso, Brasil segura Peru e levanta a taça

Seleção conquista 9º título na Copa América e o capitão Daniel Alves levanta a 40ª taça da carreira...

0
153

Em casa cheia e um a menos na parte final, o Brasil conquistou a Copa América pela 9ª vez, fazendo o placar de 3 x 1 em cima do Peru. O capitão da Seleção Brasileira durante a competição, Daniel Alves, ergueu a 40ª taça da carreira, a 4ª com a amarelinha — duas Copas América e duas Copas da Confederação. O lateral ainda foi eleito o melhor jogador da Copa e recebeu o troféu Fair-Play.

Everton Cebolinha, eleito o craque do jogo, abriu o marcador após cruzamento de Gabriel Jesus. A equipe canarinha sofreu o empate em cobrança de pênalti de Guerrero, mas respondeu logo em seguida com Jesus e fechou o caixão com Richarlison, também de pênalti no final da partida.

A linha defensiva canarinha, formada por Alisson, Dani Alves, Marquinhos, Thiago Silva e Filipe Luis (Alex Sandro), não havia sofrido um gol sequer na competição até encontrar Paolo Guerrero. O atacante peruano anotou seu 3º gol e empatou com Everton e Gabriel Jesus na artilharia.

O jogo
Peru começou ditando o ritmo e tomando as atitudes do jogo. Em 10 minutos, dois chute peruanos e nenhum brasileiro. As marcações chegavam em cima e o Brasil era obrigado a fazer faltas para parar as jogadas adversárias. Assim como o Peru, que também pressiona a Seleção.

Everton Cebolinha assumiu a liderança da artilharia da Copa América e Brasil abriu o placar aos 14 minutos. Um chute, um gol! Jogada trabalha por Dani Alves, que encontrou o camisa 9 em profundidade, Trauco tentou marcar Jesus, mas o atacante rabiscou e cruzou pro atacante do Grêmio fazer o 3º dele na competição.

Brasil seguia ameaçando. Dentro da área, Coutinho recebeu passe de Firmino, chutou de três dedos, mas a bola vai pra lateral da rede do lado de fora. Na mesma moeda, Guerrero ameaçou o gol de Alisson após cobrança de escanteio peruana. A redonda passou por cima da meta.

Outra boa jogada brasileira pela esquerda. Alex Sandro cruzou na cabeça de Firmino, que não conseguiu altura suficiente para colocar a direção certa na bola e acabou mandando ela por cima. O queridinho dos jogadores e amantes do esportes (VAR) fez questão de aparecer para confirmar a penalidade máxima a favor do Peru. Paolo Guerrero, matador, não deu nenhuma chance para o goleiro brasileiro campeão da Liga dos Campeões. Tudo igual no Maracanã e a Seleção sofreu seu primeiro e único gol na Copa América.

Nos acréscimos, mais precisamente aos 47 minutos, Jesus recebeu passe no volante Arthur de frente pro gol e não perdoou. Colocou o Brasil na frente novamente guardando a bola no canto direito de Gallese.

2º tempo
Seleção Brasileira começou a segunda metade da partida com força e objetividade nos ataques. Do momento do lance anterior a diante, não parou de bombardear a meta do goleiro peruano. Coutinho, que ficou para trás na artilharia da Copa América depois dos gols de Everton e Jesus, estava com fome de gol e prendeu muito a bola em alguns momentos.

Brasil perdeu o camisa 9 aos 24 minutos do segundo tempo. Gabriel Jesus já estava amarelado desde o 30º minuto da primeira parte do jogo, fez falta e recebeu o segundo cartão amarelo. O atacante saiu esbravejando e afirmando que a Seleção estava sendo roubada. Nas escadas para o vestiário, chorou copiosamente.

Aos 43 minutos, o árbitro chileno assinalou pênalti em Everton Cebolinha. Richarlison, que entrou no lugar de Firmino pediu a bola, bateu e fez o 3º do Brasil no jogo.