Pai e mãe usam seus corpos para proteger sua filha de 4 anos de incêndio em apartamento

Os pais da menina cobriram com o próprio corpo paga que a pequena não fosse queimada...

0
344

Um casal colocou suas próprias vidas em risco e protegeu sua filha de quatro anos com seus corpos quando sua casa, no distrito de Liwan, em Guangzhou, na China, pegou fogo.

Em um vídeo compartilhado nas redes sociais, a mãe e o pai podem ser vistos agachados sobre a garotinha enquanto estavam presos dentro da grade de uma janela, enquanto o apartamento alugado no quinto andar sucumbiu em chamas, por volta das 15h do dia 19 de junho.

De acordo com o site Daily Mail, a Brigada de Incêndio de Guangzhou despachou 16 carros e 99 bombeiros para o apartamento, onde eles tentaram apagar as chamas com uma mangueira de água enquanto montavam uma enorme escada para chegar até a família.

Porém, quando os bombeiros conseguiram chegar à família, a mulher já estava sem vida. O homem e a menina foram resgatados e levados para um hospital na cidade. O estado de saúde do homem era bem delicado, enquanto a criança sofreu ferimentos graves na cabeça.

Segundo o Corpo de Bombeiros de Guangzhou, o incêndio começou no último andar do prédio residencial de seis andares. Zhang, um parente da família que vive na área, imediatamente tentou ajudar a família quando viu as chamas. No entanto, o fogo já havia se tornado muito grande quando ele chegou ao apartamento e ele não se atreveu a subir. Ele então chamou o corpo de bombeiros.

A garotinha é a irmã mais nova de três outras crianças da família, que não estavam em casa no momento do incêndio, segundo outro parente e vizinho de Zhang.

Meia hora depois do incêndio, ele foi controlado. A grade da janela foi o que causou a família a ficar presa no seu apartamento. Este tipo de grade é comum em muitas casas na China, já que a enorme gaiola de metal instalada fora de sua varanda ou janela impede a entrada de ladrões.

Enquanto isso, a menina e seu pai estão sendo tratados no hospital. A condição do pai, desde então, estabilizou depois de estar na Unidade de Terapia Intensiva. Enquanto o caso ainda está sob investigação, a causa exata do incêndio é desconhecida.