Agente penitenciário que matou mulher vai a júri popular

A vítima teria se negado a manter relações sexuais com o suspeito...

0
224

Nesta terça-feira (30), será levado a júri popular, William Azevedo Teodoro, réu acusado de estuprar e matar Maristela Freitas Alves, no balneário Rio das Garças, no dia 8 de setembro de 2018. A sentença de pronúncia foi proferida pelo juizado da 2ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Porto Velho, José Gonçalves da Silva Filho.

Segundo consta na denúncia, no dia do fato, William e Maristela estavam em um bar, quando ele ofereceu carona para levá-la à sua casa. No entanto, ele dirigiu em destino contrário ao endereço da vítima. E, a levou para um balneário, onde cometeu o crime de homicídio diante da recusa de Maristela em manter relações sexuais

O julgamento terá início às 8h, no Fórum Criminal Fouad Darwich Zacharias, localizado na Rua Rogério Weber, 1928 – Praça Mal. Rondon.