VIOLÊNCIA SEM FIM: Mulher reage assalto e acaba sendo morta com um tiro

A vítima havia acabado de deixar a filha na escola quando foi baleada e morreu no local...

0
279

Deisiane Gonçalves Monteiro, 26, foi morta com um tiro no ombro esquerdo na tarde desta quarta-feira (10), após reagir a uma tentativa de assalto, na rua Marginal, no bairro São José 2, zona Leste de Manaus. Um técnico da empresa NET, que não teve a identidade divulgada, ficou ferido.

Segundo a polícia, a vítima havia acabado de deixar a filha de cinco anos na escola, quando foi abordada por um casal de assaltantes em uma moto Yamaha 150, de cor preta e placa NOV-0492. O casal exigiu os pertencentes da vítima, que se recusou a entregar.

De acordo com a polícia, a mulher que estava na garupa foi quem atirou em Deisiane. Ao ver a vítima no chão, um técnico da NET, que passava pelo local, tentou ajudar, mas foi alvejado com um tiro na mão.

O casal tentou fugir, mas a motocicleta falhou e eles acabaram sendo apreendidos pela população, que os agrediu até a chegada da polícia. Os atiradores foram detidos por policiais da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam) e foram levados para o 9ª Distrito Integrado de Polícia (DIP). A polícia disse ainda, que a arma usada no crime foi levada por um homem, não identificado, que passava pelo local.

O técnico da Net foi socorrido e levado para uma unidade de saúde na capital.

Outra versão

Uma outra versão apontada por populares e que vai ser investigada pela polícia é de que o crime possa ter sido motivado por vingança. Uma vez que testemunhas disseram ter visto quando a vítima pegou um mototáxi após deixar a filha na escola e em seguida foi abordada por um casal na moto. A garupa da moto, uma mulher, puxou a vítima pelo braço e iniciou uma discussão, em seguida efetuando o disparo.