VIOLÊNCIA: Feminicídio dobra no 1º bimestre em meio à queda de outros crimes

Diretora das Delegacias de Defesa da Mulher disse que houve aumento real do número de casos, não só de registros

0
209

Um levantamento feito pelo G1 e pela GloboNews mostra que os casos de feminicídio dobraram no estado de São Paulo no 1º bimestre de 2019: passando de 13 para 26, indo na contramão da queda da maioria dos crimes violentos.

Segundo o levantamento, em janeiro e fevereiro deste ano, os homicídios reduziram 3,4%; os casos de latrocínio caíram 35%; os de furto, 56%; os de roubo, 10%; e os estupros, 0,7%.

A Secretaria da Segurança Pública de São Paulo aponta que a taxa de homicídio está em 6,62 casos por 100 mil habitantes, a menor do período de março de 2018 a fevereiro de 2019.

Dentre os 26 casos de mulheres assassinadas em janeiro e fevereiro, 21 ocorreram dentro de casa e 19 têm a autoria conhecida.

A diretora das Delegacias de Defesa da Mulher, Jamila Ferrari, disse ao G1 que houve aumento real de feminicídios, não só de registros: “Pode ser que, estatisticamente, o número frio da tela seja porque os delegados estão achando que é feminicídio desde o começo da investigação. Mas vendo as notícias, lendo os BOs [boletins de ocorrência], houve um aumento mesmo”.