Bolt visita Palmeiras, veste camisa e bate bola com Deyverson

Bolt, 32, que chegou a se arriscar no futebol profissional depois de deixar as pistas, pôde mostrar sua habilidade com os pés

0
221

Usain Bolt esteve na Academia de Futebol do Palmeiras. Em ação da marca Puma, que patrocina o ex-atleta e o clube alviverde, o jamaicano conheceu as instalações do centro de treinamento e chegou a bater bola no gramado nesta sexta-feira (5).

Recebido pelo presidente Maurício Galiotte e pelo diretor Alexandre Mattos, ele conversou com jogadores e com o técnico Luiz Felipe Scolari. O treinador foi chamado pelo velocista de “big boss”.

Bolt, 32, que chegou a se arriscar no futebol profissional depois de deixar as pistas, pôde mostrar sua habilidade com os pés. Em um dos campos da Academia, formou parceria com Deyverson e jogou futmesa, misto de futebol e tênis de mesa que virou brincadeira frequente entre os boleiros.

A presença do jamaicano no CT foi inicialmente anunciada nas redes sociais do Palmeiras com a publicação de um raio, palavra que é usada como seu apelido. O ex-atleta é tricampeão olímpico nos 100 m e nos 200 m rasos, sendo recordista nas duas distâncias.

Homem a completar a principal prova do atletismo em menos tempo, ele ganhou uma camisa do Palmeiras em referência ao recorde. O uniforme carregava o número 9,58, sua marca histórica nos 100 m.