Imagens fortes – Tatuador é preso após remover orelhas e nariz de cliente

Justiça inglesa considerou o procedimento do 'Dr. Evil' uma lesão corporal grave, mesmo com autorização por escrito dos clientes

0
616

O tatuador inglês Brendan McCarthy, conhecido popularmente como Dr. Evil (Dr. Mal), foi condenado a três anos e quatro meses de prisão, por ter retirado orelhas, nariz e mamilos de clientes, em Wolverhampton, na Inglaterra.

Apesar de ter autorização por escrito dos clientes, a justiça o condenou, argumentando que o mesmo só tinha autorização para fazer tatuagens e colocar piercings e, além do mais, a indústria de modificação do corpo não é regulamentada.

“Ele não tinha qualificações para realizar procedimentos cirúrgicos ou para lidar com quaisquer conseqüências adversas que poderiam ter surgido”, disse o juiz.

Foram dois anos lutando na justiça, até que o fosse condenado por remover as orelhas de Ezechiel Lott, em 2015, além do mais ele já vinha sendo processado por ter arrancado o mamilo de outro cliente e ter feito uma fenda na língua de mais um. Em sua carreira, o homem já removeu umbigos e mamilos, entre outros procedimentos.

Um cliente do tatuador disse que já o viu recusar fazer outros procedimentos, por considerar muito extremos, como remover dedos de pés e mãos de alguém.

As leis por lá são duras, e o homem vai ver o sol quadrado por um bom tempo.