Presidente do TJRO espera retorno dos agentes penitenciários

"Eu tenho grande apreço pela classe, que é responsável, em última análise, pela relativa paz que vivemos nos presídios e unidades socioeducativas de Rondônia. Quero a Polícia Militar nas ruas, e os agentes cumprindo, com a eficiência de sempre, o seu importante mister", afirmou.

0
88

O presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia, Walter Waltenberg Silva Junior, sugeriu, ontem,14, o fim da greve dos Agentes Penitenciários e Socioeducadores de Rondônia.

Para Waltenberg, o Judiciário ofereceu seu Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos – Nupemec para mediar o conflito entre o Sindicato dos Agentes Penitenciários e Socioeducadores de Rondônia – Singeperon e o Executivo por entender ser o meio mais rápido e seguro para que os filiados ao sindicato recebam as vantagens decorrentes de acordo que o próprio Desembargador Walter Waltenberg, quando ainda integrava a segunda Câmara Especial, homologou.

“Eu tenho grande apreço pela classe, que é responsável, em última análise, pela relativa paz que vivemos nos presídios e unidades socioeducativas de Rondônia. Quero a Polícia Militar nas ruas, e os agentes cumprindo, com a eficiência de sempre, o seu importante mister”, afirmou.

Waltenberg disse ainda que o Nupemec, sob a direção do Desembargador Raduan Miguel, reúne as condições necessárias para colocar um ponto final nas diferenças entre Sindicatos e o Governo do Estado. “A Dra. Abadia é extremamente dedicada, mas é importante que cessem todas as demais vias de acordo, para o pleno sucesso. O papel do Judiciário aqui é de convencimento racional, para que as partes realmente compreendam o alcance de seus direitos”, finalizou.