VEJA VÍDEO: Homem que levou varias facadas após da tapa no assassino morre no hospital

A vítima após levar várias facadas dificultou atendimento do samu, uma vez que estava embriagado...

0
207

Francisco Oliveira Monteiro, 39 anos, foi vítima de uma tentativa de homicídio na tarde deste Domingo (10), ao levar várias facadas na região do tórax e abdômen em uma residência na Rua Três e meio com Santa Catarina, bairro Nova Floresta, região sul de Porto Velho.

De acordo com informações dos policiais militares que foram atender a ocorrência, Francisco e o suspeito Adriano Fernandes da Silva Neto, 41 anos, estavam fazendo o uso de bebidas alcoólicas quando em determinado momento a vítima chegou com um pedaço de carne para da para o suspeito e nesse momento deu um tapa no rosto de Adriano que não gostou e tirou uma faca artesanal da cintura e desferiu vários golpes na vítima que só não foi morto por que testemunhas interviram na situação e conseguiram imobilizar Adriano e a Polícia Militar foi acionada.

Uma guarnição que estava próxima conseguiu prender o suspeito e a faca usada foi entregue pelas testemunhas e a vítima a todo custo querendo matar Adriano que foi colocado dentro da viatura e o Samu foi solicitado devido a vítima esta perdendo muito sangue. Quando o Samu chegou ao local a vítima se recusou a receber atendimento médico e só depois da chegada de familiares foi que ele aceitou que fosse medicado pelos socorristas que o levaram para o hospital João Paulo II.

Alguns familiares ao ficar sabendo do ocorrido e que o suspeito estava dentro da viatura, invadiram o veículo e agrediram o suspeitos, sendo necessário que os militares tomasse a frente para interferir nas agressões e retiraram o suspeito do local para evitar algo pior. A vítima foi levada para o centro cirúrgico devido uma das facadas ter sido profunda e o suspeito apresentado na central de Polícia pelo crime de tentativa de homicídio.

MORTE CONFIRMADA

Francisco Oliveira Monteiro, 40 anos, morreu durante a noite no hospital João Paulo II. A vítima levou várias facadas na região do tórax e dificultou ser atendido pela equipe do Samu, perdeu muito sangue no local e estava fazendo o uso de bebidas alcoólicas. A vítima falava a todo instante que essa era sua sina morrer.