Apenado de tornozeleira é morto com vários tiros dentro de bar no interior

A vítima já havia tentado matar um homem no ano passado no mesmo bar e a cerca de dois dias ele fez ameaças de morte para sua ex mulher chegando a ser levado para delegacia e depois foi solto mesmo estando monitorado.

0
231

O apenado monitorado por tornozeleira eletrônica da secretaria de justiça Amarildo de Oliveira, 40 anos, foi executado com vários tiros no final da tarde de sexta-feira (08), dentro de bar localizado na Avenida JK, setor 15 do Município de Nova Brasilândia D’Oeste.

A vítima tinha várias passagens pela Polícia, inclusive estava de tornozeleira eletrônica devido ter sido preso em flagrante quando tentou matar um homem no dia 22 de setembro de 2018, no mesmo bar que foi executado. Testemunhas acionaram a Polícia Militar para atender a ocorrência, porém ninguém deu detalhes sobre o crime temendo sofrer represálias por partes dos assassinos.

A Perícia criminal esteve no local e constatou que a vítima levou dois tiros na região da cabeça. Testemunhas contaram que na noite da última quinta-feira (07), ele teria feito ameaças de morte para a ex namorada atrás do bar e que foi preso e levado para a delegacia e foi solto novamente. A Polícia Civil investiga o crime e acredita que o crime tenha relação com as ameaças que fez para a namorada ou com a tentativa de homicídio que ele praticou no ano passado.