TRÁFICO DE DROGAS: Denarc prende trio com quase cinco quilos de cocaína vindo de Guajará-Mirim

Os dois homens estavam transportando aproximadamente 5 kg de drogas tipo cocaína e tinha como destino a capital de Rondônia...

0
606

A Polícia Civil por meio do Denarc (Departamento de Narcóticos), prendeu três suspeitos envolvidos com o tráfico de drogas no final da manhã de quarta-feira (13), identificados como Evandro de Souza Fonseca, 31 anos, Renan da Silva Souza, 21 anos e Maria Francisca da Silva Lima, 38 anos, durante um trabalho de investigação feito por uma equipe que recebeu uma denúncia dando conta que dois homens estavam vindo da Cidade de Guajará-Mirim sentido Porto Velho transportando dentro de um carro modelo Fiat Palio de cor prata um carregamento de cocaína.

Mediante a denúncia os policiais se deslocaram para a BR 364 e ao se aproximar do KM 57 avistaram o automóvel seguindo no sentido aposto e deram início a um acompanhamento e perceberam quando eles entraram em uma vicinal que da acesso ao assentamento Santa Rita, que é bastante usado rota de fuga por bandidos para se desviar do posto da PRF do KM 45, e acabaram sendo abordados, onde o suspeito Evandro era quem estava dirigindo e tinha como passageiro o suspeito Renan e logo encontrado no interior do carro uma mochila contendo quase cinco quilos de cocaína oxidada.

Durante a investigação os policiais descobriram que a dupla pegou o carro em uma residência localizada na Rua na Rua Osvaldo Ribeiro, bairro Socialista, região leste de Porto Velho e que o mesmo foi alugado e uma locadora de veículos alguns dias atrás. Os civis se deslocaram para a residência onde encontraram a suspeita Maria que estava de posse de alguma poções de cocaína prontas para a venda e durante pesquisa nominal foi descoberto que a mesma já foi presa por tráfico de drogas.

Os policiais foram até uma casa em construção da suspeita já Rua Ivan Curí no mesmo bairro onde foi encontrado várias embalagens de cocaína que foram jogadas dentro da construção e também acharam balanças de precisão e uma porção grande de cocaína e material que era usado para preparar o entorpecente para a venda. Diante dos fatos o trio recebeu voz de prisão e foi levado para o departamento onde foram ouvidos pelo delegado de plantão e o caso continua sendo apurado pois pode haver mais pessoas envolvidas com o crime.