VILHENA: Homem é preso por ter participado de tentativa de homicídio da ex mulher que levou tiro no rosto

A mulher recebeu os primeiros socorros na unidade de saúde em Vilhena e teve que ser encaminhada para Cacoal para ser avaliada por um especialista...

0
532

Marcio Dias da Silva, 29 anos, foi preso em flagrante logo nas primeiras horas da manhã deste sábado (09), suspeito de ter participado da tentativa de homicídio contra sua ex mulher Rosane de Fátima de Souza, 33 anos, que levou um tiro a queima roupa nesta madrugada na saída de uma festa que estava tendo em uma chácara na região rural do município de Vilhena.

Segundo informações da Polícia Militar que consta em registro,são de que um grupo de amigos estavam se divertindo na festa e no meio estava Rosane e antes da festa acabar eles foram embora e durante o percurso até a cidade o carro do grupo foi fechado por um outro automóvel e desceram do veículo seu ex marido e seu amigo por nome Kenedy Palmeira da Silva, 26 anos, e tentaram retirar a força a vítima de dentro do carro e não tiveram êxito e nesse momento Kenedy sacou de um revólver e atirou a queima roupa no rosto de Rosane, em seguida fugiram do local em alta velocidade.

Rapidamente a vítima foi levada pelos amigos até o Hospital Municipal e a Polícia Militar acionada. A mulher recebeu os primeiros socorros e teve que ser encaminhada para Cacoal para ser avaliada por um especialista. Enquanto os militares estavam colhendo informações junto às testemunhas, foram informados que um homem teria tentado entrar na unidade de saúde a força para ver a vítima e que o mesmo estava no estacionamento. Os policiais localizaram o carro e logo o suspeito tentando se esconder atrás dos que estavam estacionados.

Questionado sobre o atentado contra sua ex-esposa, o mesmo disse que estava discutindo com ela por motivo de ciúmes quando viu que seu amigo sacou de uma arma e efetuou o disparo contra Rosane e também temendo pela sua vida acabou fugindo com o suspeito que na cidade o deixou em um posto de combustível e foi procurar saber notícias da vítima no hospital. Durante diligências e quais informações do suspeito os policiais foram até a casa de Kennedy mas ele ainda não se encontrava eu parente passou todas as informações sobre a sua identificação e Márcio recebeu voz de prisão por ser coautor do crime e foi apresentado na Unisp para ser entregue às autoridades competentes.