VEJA VÍDEO: Queda de edifício deixa pelo menos 2 mortos e 6 feridos na Turquia

Prédio de oito andares desabou nesta quarta-feira (6) em Istambul, capital do país; equipes resgataram três pessoas com vida dos escombros

0
506

Um prédio de oito andares desabou nesta quarta-feira (6) no bairro de Kartal, em Istambul, na Turquia, o que causou a morte de pelo menos duas pessoas e deixou outras seis feridas sob os escombros, informou a emissora “NTV” antes de a Justiça do país proibir a divulgação de imagens do acidente.

Quase duas horas depois do desabamento, as equipes de busca conseguiram resgatar três feridos, entre eles uma mulher. Os trabalhos prosseguem para retirar dos escombros uma quarta pessoa.

O Corpo de Bombeiros de Istambul está utilizando cachorros farejadores para localizar as pessoas que ficaram soterradas.

Segundo o governador de Istambul, Ali Yerlikaya, havia 14 apartamentos no edifício. Os registros da prefeitura da cidade indicam que 43 pessoas moravam no imóvel que desabou.

Veja no vídeo abaixo imagens do desabamento

Yerlikaya garantiu que os trabalhos de resgate continuariam durante toda a noite, mas não quis fazer estimativas sobre quantas pessoas podem estar debaixo dos escombros.

Um delegado do bairro, Memis Dikilitas, elevou para 24 o número de apartamentos no edifício e disse à “NTV” que no subsolo funcionava uma confecção com mais de 20 funcionários, mas outro responsável local, Zeki Dag, disse à emissora “CNNTürk” que hoje não havia trabalhadores no recinto.

Os ministros do Interior, Süleyman Soylu, e de Urbanismo, Murat Kurum, foram para o local do acidente acompanhado de dois promotores, agora responsáveis por investigar as causas da queda.

O governador de Istambul afirmou que o edifício foi construído em 1992, mas três dos oito andares foram erguidos de forma ilegal. E também desmentiu um rumor inicial de que uma explosão teria sido ouvida na hora da queda.

Um tribunal local proibiu a imprensa de divulgar imagens do acidente, uma medida que tem se tornado frequente na Turquia em casos que envolvem um grande número de vítimas.