Trens do monotrilho colidem em plataforma não inaugurada

O Metrô afirmou, por meio de nota, que abriu sindicância para apurar as causas do acidente. Ninguém ficou ferido

0
376

Duas composições do Monotrilho da Linha-15 Prata do Metrô se chocaram, por volta das 23h10 desta terça-feira (29), na Avenida Sapopemba, na altura do número 9920, no bairro Jardim Adutora, na zona leste de São Paulo. Na hora da colisão, os trens estavam vazios.

A Agência Record recebeu diversas imagens, gravadas por pedestres, que mostram as duas composições batidas.

De acordo com o metrô, os trens são controlados remotamente e não possuem maquinistas. Ao passar pela estação, a primeira composição não parou a tempo e acabou colidindo com a outra que estava parada.

A batida chegou a interditar a avenida Sapopemba. Por questão de segurança, a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), informou que permanece totalmente interditada a Avenida Sapopemba,  nº 9820, na altura da estação Jardim Planalto, no sentido bairro.

Para os motoristas que seguem sentido bairro, a CET criou um desvio pela Avenida Professor Luis Ignácio de Anhaia Mello, e em seguida pela Rua Milton da Cruz.

Técnicos vistoriaram os estragos. Uma plataforma elevatória foi usada para que os funcionários pudessem avaliar melhor os danos da colisão.

A batida aconteceu na estação Jardim Planalto, que não está funcionando e ainda não foi inaugurada. Segundo o metrô, na hora da colisão não havia nenhum passageiro dentro e ninguém ficou ferido.

A administração do metrô informou que abriu uma sindicância para apurar as causas do acidente.

O metrô, por meio de nota, informou que por volta das 23 horas, um trem da Linha 15-Prata que seguia vazio para uma área não operacional, onde são realizadas manobras, colidiu com outro trem que estava parado na plataforma da estação Jardim Planalto, que não recebe usuários.

Ainda de acordo com a nota, o Metrô abriu sindicância para apurar as causas do acidente.