Governador diz que não tem motivos para se envolver na disputa pela Assembleia

O governador disse ainda que o eleitor acreditou que os eleitos devem fazer o novo, o diferente.

0
243

Durante a solenidade de inauguração do novo prédio da Assembleia Legislativa de Rondônia, nesta terça-feira em Porto Velho, o governador Marcos Rocha (PSL) afirmou ser amigo da maioria dos parlamentares eleitos e que não vê motivos para se envolver na disputa pela Mesa Diretora da Casa de Leis, em votação que acontece no próximo dia 1º de fevereiro. “Quero dizer que muitos me perguntam que lado o senhor está na votação da Mesa da Assembleia Legislativa. Eu convivi com todos os deputados e tenho também conversado com os novos deputados.

Não tenho problemas com nenhum deles, me dou muito bem com todos eles. Todos eles já me ajudaram, já estenderam a mão os que estão nessa legislatura em relação as ações do estado, então porque eu vou ter que escolher um lado? O que eu clamo e peço a Deus todos os dias é que todos nós saibamos que as nossas eleições se deram não para atender nossos interesses, mas para atender os interesses da sociedade. Então, que estejamos todos juntos, pensando nisso, não pensando nas futuras eleições, que alguns até poderão buscar a reeleição, mas pensando agora, o que podemos fazer, no já”, afirmou.

As declarações de Marcos Rocha podem jogar um banho de água fria nas pretensões do deputado Eyder Brasil (PSL) que estaria pensando em lançar seu nome. E mais ainda nas intenções já anunciadas do o vice-governador de Rondônia, José Atílio Salazar Martins, o “Zé Jodan” (PSL), que garantiu ter o Governo um nome para concorrer na disputa pelo comando da Casa de Leis.

O governador disse ainda que o eleitor acreditou que os eleitos devem fazer o novo, o diferente. Marcos Rocha garantiu ainda que “nenhum deputado, nenhum senador, deputado federal, ninguém foi até o Palácio para me pedir nada, nem mensagem para pedir nada”, referindo-se a nomeações em seu Governo.