Tsunami deixa 222 mortos e 843 feridos na Indonésia – Veja Vídeos

Mais cedo, o porta-voz da Agência Nacional de Mitigação de Desastres, Sutopo Purwo Nugroho, ainda tuitou imagens de locais sendo invadidos pela água, alegando maré alta por influência lunar...

0
131

 

O número de mortes causadas pelo tsunami na Indonésia subiu para 222 pessoas, enquanto pelo menos 843 pessoas ficaram feridas e 28 continuam desaparecidas, segundo a Agência de Desastres da Indonésia. É esperado que os números cresçam ainda mais.

Uma série de duas ondas destruidoras atingiu diversas praias nas ilhas de Java e Sumatra, região do Estreito de Sunda, no último sábado. As autoridades atribuem as causas do desastre natural a um possível desprendimento de terra submarino produzido pela erupção do vulcão Anak Krakatau, que não ativou os alarmes por não ter sido registrado um potente terremoto. A situação foi agravada com a maré cheia e lua cheia.

“Foi causado pela combinação de um deslizamento de terra submarino, resultante de atividade vulcânica do Anak Krakatoa e um maremoto, intensificado por influência da Lua cheia”, informou o porta-voz da Agência Nacional de Mitigação de Desastres, Sutopo Purwo Nugroho.

Ainda de acordo com as autoridades locais, o tsunami já destruiu 558 casas e danificou seriamente 9 hotéis, 60 restaurantes e 350 barcos. Áreas residenciais e turísticas também foram afetadas e tiveram grandes danos.

O Estreito de Sunda fica entre as ilhas Java e Sumatra e liga o mar de Java ao Oceano Índico. As ondas gigantes atingiram as praias do sul de Sumatra e do extremo oeste de Java por volta das 21:30 locais de sábado (12:30 de Brasília).

A Agência Nacional de Gestão de Desastres (BNPB) alertou neste domingo para a possibilidade de que se repita um novo tsunami no litoral do estreito de Sunda, devido à contínua atividade do vulcão.

Ao menos três integrantes da banda Seventeen morreram quando o tsunami atingiu um show ao vivo do grupo, na praia de Tanjung Lesung. Eles se apresentavam quando a repentina onda atingiu com força o palco e arrastou a estrutura contra o público. Além de membros da banda, espectadores também morreram em razão do tsunami.

Mais cedo, o porta-voz da Agência Nacional de Mitigação de Desastres, Sutopo Purwo Nugroho, ainda tuitou imagens de locais sendo invadidos pela água, alegando maré alta por influência lunar.

Pouco tempo depois, novas imagens publicadas falavam em um maremoto e tranquilizavam a população da não existência de um tsunami, que veio à tona quase 8 horas depois, seguida de um pedido de desculpas e a exclusão dos posts anteriores.

WAVES