Bandidos são mortos após tentarem executar diretor de presídio que também foi baleado

Eram três bandidos que foram para matar o agente penitenciário, porém para a Polícia pode se tratar de uma tentativa de roubo...

0
467

Wader Azevedo Maximiniano, 37 anos e Ronilson Matias da Costa, 26 anos, foram mortos à tiros na noite de sexta-feira (14), após tentarem executar um agente penitenciário que é diretor do presídio Ênio Pinheiro, momento que a vítima estava saindo de carro junto com sua namorada na Avenida Daniela, entre Pinheiro Machado e Rua Neuza, bairro Igarapé, zona leste de Porto Velho.

De acordo com informações que a vítima de 32 anos contou para a Polícia Militar, ele foi pegar sua namorada na casa dela e quando já estava saindo percebeu a aproximação de três suspeitos de armas em punho e fazendo sinal para a namorada dele não falar nada, nesse momento ele sacou de sua arma e começou a efetuar tiros contra os bandidos, sendo que um revidou e atingiu a perna do agente e por sorte a namorada dele não foi atingida.

Dois suspeitos foram baleados e saíram correndo, porém eles não aguentaram e caíram mais a frente. A PM foi acionada e quando chegaram constatam a situação e colocaram o agente na viatura e o levaram para UPA leste para receber os primeiros socorros.

Equipe de resgate do Samu e do Corpo de Bombeiros estiveram no local e médico constatou o óbito de no local e o outro foi levado para UPA, mas também não resistiu e acabou morrendo, um terceiro suspeito que também estava armado conseguiu escapar do cerco policial. O local foi isolado e a Perícia técnica foi acionada junto com o rabecão para fazer os trabalhos de praxe.

Após a finalização da perícia o corpo foi removido para o Instituto médico legal e o agente foi transferido para o Hospital João Paulo II, onde seu estado de saúde é estável. O registro de ocorrência foi feito na central de flagrantes.