EXCLUSIVO: Lista de presos da Operação Pedágio tem secretário, empresários e políticos

As buscas aconteceram em quatro empresas, residências dos acusados e na Secretaria de Administração e na Comissão de Licitação.

0
259

RONDONIAGORA teve acesso a decisão que determinou as prisões preventivas de investigados na Operação Pedágio, deflagrada pela Delegacia de Polícia Federal de Ji-Paraná com apoio do TCU/RO. O juiz Marcelo Elias Vieira, da 2ª Vara Federal acatou representação policial e mandou para a cadeia empresários, o atual secretário de administração da cidade e o antigo dirigente e dois ex-vereador, um deles atual dirigente regional do Governo de Rondônia.

Os acusados estão sendo investigados por formação de organização criminosa, concussão, corrupção e lavagem de capitais e cumprem agora prisão preventiva, sem prazo para acabar.
Segundo a PF, empresários eram pressionados a pagar propina para vencer licitações e receber pagamentos dos contratos com a Prefeitura. Há suspeita ainda que havia acerto entre eles para ganharem as licitações.

Ainda de acordo com a PF todos os 10 mandados de prisão e 14 de buscas foram cumpridos. Já foram apreendidos 16 veículos, R$ 10 mil, além de uma porção de maconha.

As buscas aconteceram em quatro empresas, residências dos acusados e na Secretaria de Administração e na Comissão de Licitação. Nesses locais foram apreendidos os processos licitatórios e documentações. Veja os presos:

1. Anibal Severino da Silva – Empresário – W. G. S. CONSTRUÇÕES LTDA
2. Jair Eugênio Marinho – Ex-secretário Municipal de Administração
3. Antônio José Furhmann – Empresário FUHRMANN & CIA LTDA
4. Jackson Junior de Souza – Presidente da CPL
5. Nilton Cezar Rios – Secretário regional de Governo, ex-vereador
6. Valentim Camilo – empresário CRV Construtora
7. Renato Camilo – empresário CRV Construtora
8. Valmir Xavier da Silva – ex-vereador
9. Nilton Leandro Motta dos Santos – Secretário Municipal de Administração