Palmeiras vence Grêmio com dois gols de Deyverson e segue com vantagem na liderança do Brasileiro

O time do Palmeiras segue imbatível no campeonato....

0
227

Palmeiras segue firme e forte na liderança do Campeonato Brasileiro.

Neste domingo, o Verdão venceu a “decisão” contra o Grêmio por 2 a 0, pela 29ª rodada do torneio, e manteve sua vantagem na ponta da tabela.

O time de Luiz Felipe Scolari foi aos 59 pontos e segue com três de frente para o Internacional, que ganhou por 3 a 1 do São Paulo também neste domingo.

O Tricolor, por sua vez, segue com 52 pontos, em 4º lugar, e agora vê sua luta pelo título ficar muito difícil.

O nome do jogo no Pacaembu foi Deyverson. O polêmico atacante jogou muito bem e marcou um gol em cada tempo, comandando o triunfo alviverde com mais de 35 mil presentes no estádio.

Na próxima rodada, o Palmeiras encara o Ceará, novamente no Pacaembu, domingo, às 16h (de Brasília).

Um dia antes, às 16h, o Grêmio vista o América-MG, no Independência.

O JOGO

Empurrado pela torcida, o Palmeiras começou em cima e finalizou pela primeira vez com menos de 2 minutos: Dudu recebeu lançamento pela direita, dominou e disparou forte, mas a bola desviou na zaga e foi para escanteio.

E na pressão inicial, o gol alviverde não demorou a sair: em mais uma jogada de Dudu pelo lado direito, o camisa 7 cruzou para Deyverson desviar com a ponta do pé para dentro do gol de Paulo Victor, fazendo explodir o Pacaembu.

O tento animou o Palmeiras e desarrumou o Grêmio, que não conseguia achar a marcação em Dudu. Aos 12, o baixinho sofreu falta perto da área, e Diogo Barbosa arriscou direto. Paulo Victor fez grande defesa e espalmou bonito.

Os gaúchos só foram conseguir dar uma resposta aos 14, quando Cícero levantou na área e Pepê apareceu de surpresa para desviar de cabeça. Fernando Prass acompanhou e a bola foi para fora.

Depois disso, os comandados de Felipão se postaram na defesa e passaram a apostar nos contra-ataques. Em um deles, aos 26, quando saiu o segundo gol palestrino.

Deyverson recebeu pela esquerda e enfiou para Dudu, que protegeu, fez giro na área e tocou para Bruno Henrique chegar batendo. A torcida já comemorava, mas Cícero tirou de carrinho em cima da linha.

A partida seguiu na mesma toada, com o Grêmio dominando a posse, mas pouco ameaçando, e o Palmeiras ameaçando nos contra-ataques puxados por Dudu. Até o fim do primeiro tempo, porém, o placar permaneceu na mesma.

Na segunda etapa, Renato Gaúcho mexeu no Tricolor logo de início: tirou o garoto Pepê e colocou o atacante Marinho para tentar ameaçar a meta de Fernando Prass em mais oportunidades.

O jogo, porém, seguiu bem semelhante: os visitantes controlavam 60% da posse de bola, mas não finalizavam. Enquanto isso, os donos da casa tentavam encaixar uma chegada mortal para ficarem mais tranquilos.

Na bola parada, o Grêmio ameaçou aos 20 minutos. Na lateral da área, Luan teve a chance de cruzar, mas preferiu bater direto e assustou Prass, que viu a bola bater em cima de sua rede.

Pouco depois, o Palmeiras perdeu mais uma grande chance de ampliar: em rápido contra-ataque, Moisés achou Willian, que enfiou para Dudu. O camisa 7 saiu na cara de Paulo Victor e tentou cruzado, mas o goleiro defendeu com as pernas.

O xeque-mate alviverde veio aos 34 minutos: Bressan errou feio ao afastar uma bola e entregou de presente para Deyverson. O atacante se enrolou, mas conseguiu finalizar de perna direita para matar o jogo no Pacaembu.

FICHA TÉCNICA:
PALMEIRAS 2 x 0 GRÊMIO

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo-SP
Data: 14 de outubro, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Público: 32.915 pagantes
Renda: R$ 1.254.1250,00
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro
Assistentes: Guilherme Dias Camilo e Sidmar dos Santos Meurer
Cartões amarelos: Jaílson, Thiago Santos, Luan e Gustavo Gómez (PAL); Marcelo Oliveira e Bressan (GRE)
GOLS: PALMEIRAS: Deyverson, aos 7 minutos do primeiro tempo e aos 34 minutos do segundo tempo

PALMEIRAS: Fernando Prass; Mayke, Gustavo Gómez, Luan e Diogo Barbosa; Thiago Santos (Jean), Bruno Henrique e Moisés; Dudu (Hyoran), Willian (Lucas Lima) e Deyverson Técnico: Luiz Felipe Scolari

GRÊMIO: Paulo Victor; Leonardo Gomes, Geromel, Bressan e Marcelo Oliveira; Cícero, Maicon, Alisson, Luan (Thaciano) e Pepê (Marinho); Jael (André) Técnico: Renato Gaúcho