ARRASTÃO: Dupla é presa após efetuarem tiros contra grupo de evangélicos e na fuga capotar dois veículos; Veja Fotos

Os bandidos na fuga capotaram dois veículos roubados e deixaram três vítimas baleadas....

0
364

Marcelo Fernandes Brito, 20 anos e Geison Michel Gama da Silva, 18 anos, foram presos na noite de quinta-feira (04), após cometer um crime digno de Hollywood, em uma comunidade denominada como Cujubim, localizado à cerca de 35 quilômetros após os presídios na Estrada da Penal, região Rural de Porto Velho.

De acordo com informações, a dupla estava na companhia de um outro suspeito que não foi identificado e teriam roubado na noite anterior uma picape Strada de cor preta e se deslocaram para a comunidade de Cujubim para matar um indivíduo quando passaram por uma caminhonete S10 e imaginaram que seria o alvo dele e fecharam o veículo sendo que dois desceram com armas nas mãos e efetuaram um tiro de chumbeira contra o motorista que foi atingido junto com outras duas pessoas devidos os chumbos terem espalhados, por sorte não atingiu uma criança de 6 anos, que esta entre o motorista e a passageira. Eles retiraram o motorista do carro e perceberam que não era o indivíduo que queriam matar e logo pediram desculpas e saíram em fuga sentido ao centro da cidade.

O grupo que estava na caminhonete era de evangélicos que estavam indo para um culto e acionaram a Polícia Militar. Durante o trajeto para a cidade os criminosos ainda roubaram uma outra caminhonete sendo uma Pajero em um bar na beira da estrada e durante o percurso um dos suspeitos que estava na picape veio a perder o controle e capotou, os demais fizeram o resgate dele e continuaram a fuga, onde já no perímetro urbano, eles se depararam com uma guarnição da Polícia Militar e o suspeito que estava conduzido a caminhonete perdeu o controle e capotou na frente de um condomínio e saíram correndo, sendo que dois foram presos e um conseguiu escapar.

Com os suspeitos foi encontrado duas armas de fogo sendo duas espingardas, uma de cano longo e outro cano serrado. Equipes do Samu se deslocaram para o local para prestar socorros as vítimas e encontraram já sendo socorridas por terceiros e fizeram a transferência para as ambulâncias e foram levadas para o hospital João Paulo II. Os suspeitos presos não falaram quem era o outro suspeito e foram conduzidos para central de flagrantes e a polícia acredita que eles estavam para fazer roubos e não como eles contaram que foram matar um indivíduo, pois como viram que se tratava de um grupo de evangélicos se arrependeram.