SURTOU: Mulher surta pela demora no atendimento na UPA e agride funcionário com tapas na cara

A vítima foi agredida com tapas no rosto e xingada....

0
215

Uma mulher de 29 anos, identificada como Nataliane B. B., foi presa na noite de Segunda-feira (10), pelo crime de lesão corporal, após a mesma se descontrolar e perder a paciência na demora do atendimento na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), leste, localizada na Avenida Mamoré, bairro Lagoinha em Porto Velho e agredir um funcionário da unidade e causar danos ao patrimônio público.

De acordo com informações que a Polícia Militar conseguiu colher junto a vítima, um homem de 36 anos, ele estava trabalhando desde cedo fazendo a ficha dos pacientes antes de passar pelo médico, quando a mulher e começou a lhe cobrar alegando que queria ser atendida pois estava desde de cedo a espera.

A vítima relatou para a mulher que a culpa não era dele e que não estava, que estava ali apenas para fazer a ficha, nesse momento Nataliane começou a fazer vídeos do funcionário público usando um telefone celular e novamente foi informada pela vítima que ele não autorizava o uso de sua imagem.

Ela saiu e ele foi atrás pedindo que ela apagasse o vídeo, pois a culpa não era dele, e quando ele viu para retornar foi agredido com um tapa no pescoço, sem dá importância pela agressão ele se trancou na sala e ouviu um forte barulho, era a porta sendo arrombada por um chute e ela foi até a sala onde ele tava e novamente ele foi agredido com um tapa no rosto, sendo xingado de várias palavras de baixo calão.

A Polícia Militar foi acionada e quando chegou no local os ânimos já estavam controlados e receberam a denúncia da vítima, a mulher recebeu voz de prisão e o caso foi parar na Central de Flagrantes onde o delegado de plantão adotou as medidas necessárias que o caso requer.