Cassol diz que Confúcio deveria estar preso por endividar RO até 2048

Cassol afirmou que o pagamento da dívida acabará em 2048 e que ela estava suspensa há quatro anos, devido a uma ação que ele moveu no Supremo Tribunal Federal(STF), que era de R$ 25 milhões por mês.

0
279

O senador Ivo Cassol criticou o ex-governador Confúcio Moura na reunião da Comissão de Agricultura do Senado Federal.  Ele denunciou que Confúcio assumiu o pagamento da dívida do extinto Banco do Estado de Rondônia(Beron) e que hoje está em R$ 7,93 bilhões.

Cassol afirmou que o pagamento da dívida acabará em 2048 e que ela estava suspensa há quatro anos, devido a uma ação que ele moveu no Supremo Tribunal Federal(STF), que era de R$ 25 milhões por mês. Segundo o senador a dívida hoje é de R$ 2,4 bilhões, mas estranhamente Rondônia está assumindo um débito de mais de R$ 7 bilhões.

Outra informação, denunciada por Ivo Cassol, é de que a dívida do Estado de Rondônia junto a União é de R$ 19 bilhões.

Assista ao vídeo onde o senador Ivo Cassol faz a denuncia sobre a dívida do Beron.