Defesa do São Paulo falha, Atlético-PR vence e fica a um empate de avançar na Copa do Brasil

São Paulo perdeu e atlético jogará próximo jogo pelo empate.

0
164

Com os titulares em campo apenas pela quinta vez na temporada, o Atlético-PR conseguiu triunfar no jogo mais importante que fez até aqui em 2018. Derrotou o São Paulo por 2 a 1, na Arena da Baixada, em Curitiba, na noite desta quarta-feira, em dia infeliz para a defesa do rival, no primeiro jogo da quarta fase da Copa do Brasil.

No próximo dia 19, quando as equipes voltarão a se encontrar, mas no Morumbi, o time rubro-negro poderá jogar por um empate. Derrota pela contagem mínima levará a definição da vaga na quinta fase do torneio para os pênaltis.

Os gols em Curitiba foram marcados pelo atacante Pablo, contando com falha de Rodrigo Caio ao cortar uma bola lançada para o ataque, e pelo zagueiro Paulo André, aproveitando um desvio mal feito por Reinaldo. O atacante Tréllez descontou pouco depois.

A partida desta quarta-feira teve momentos bem distintos. Durante todo o primeiro tempo e o início do segundo, o time atleticano jogou no campo de ataque, teve mais posse de bola e, apesar de finalizar pouco, foi mais efetivo.

O São Paulo ficou mais acuado, sem velocidade e com a marcação frágil. Na contramão do que apresentou nos dois jogos contra o Corinthians pela semifinal do Campeonato Paulista.

O panorama mudou quando o Atlético-PR abriu 2 a 0. O time tricolor, que passou a contar com Cueva, que deixou o banco de reservas e entrou na partida, passou a pressionar e ficou mais tempo no ataque e com a bola nos pés.

COMPROMISSOS

Antes do duelo de volta da Copa do Brasil, o São Paulo terá compromisso pela primeira fase da Copa Sul-Americana. No próximo dia 12, enfrentará o Rosario Central, da Argentina, no estádio Gigante de Arroyito, casa do adversário.

O Atlético-PR tem compromisso no próximo domingo contra o Coritiba para decidir o título do Campeonato Paranaense, torneio em que estão inscritos apenas reservas e jovens da base. Assim, a equipe titular, que jogou na noite desta quarta-feira, voltará a campo somente no dia 12 contra Newell’s Old Boys, da Argentina, na Arena da Baixada, em Curitiba.

POUCAS FINALIZAÇÕES

O primeiro tempo teve ritmo bem lento de ambos os lados, com poucas finalizações e sem defesas dos goleiros.

Nesse cenário, a partida acabou se desenrolando melhor para o Atlético-PR, que soube manter a posse de bola (62,2%) e jogar no campo de ataque o tempo todo. Os donos da casa deram dois chutes, um deles foi no gol e abriu o placar.

No lance, a bola foi lançada para Pablo. Rodrigo Caio tentou afastar de cabeça, mas falhou. Assim, o atacante invadiu a área sem marcação e tentou fazer o cruzamento rasteiro. A bola bateu em Arboleda e retornou para o atleticano, que chutou e marcou.

O São Paulo até finalizou seis vezes, mas nenhum chute foi ao gol.

PRESSÃO RUBRO-NEGRA

Apesar da vantagem magra, o Atlético-PR não recuou no segundo tempo. Manteve-se mais tempo com a bola nos pés e seguiu jogando no campo de defesa do São Paulo. O time tricolor ficou acuado nos minutos iniciais.

Foram duas boas chances de gols criadas pelos donos da casa e em uma delas saiu o gol.

Foi aos 15 minutos. No lance, Carleto cobrou escanteio e Reinaldo falhou ao tentar afastá-la. De calcanhar, desviou a bola, que sobrou de bandeja para Paulo André. O defensor atleticou aproveitou e ampliou o marcador.

RESPOSTA RÁPIDA

Pouco antes de sair o segundo gol do Atlético-PR, Diego Aguirre colocou Cueva e Régis, estreante da noite, no jogo. Eles não puderam fazer nada para evitar o tento atleticano, mas com eles em campo a resposta foi rápida.

Dois minutos depois do tento sofrido, o time tricolor conseguiu diminuir. Liziero lançou Reinaldo do lado esquerdo do ataque. O lateral recebeu a bola e cruzou rasteiro para Tréllez, que se atencipou a Paulo André, e marcou.

Na sequência, o time tricolor passou a jogar no campo de ataque dos atleticanos. Conseguiu colocar a bola na área, mas não finalizou com qualidade.

E o rival não ficou totalmente apagado. Contra-atacou com perigo e quase fez o terceiro com Nikão.

FICHA TÉCNICA:
ATLÉTICO-PR 2 X 1 SÃO PAULO

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 04 de abril de 2018, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Claudio Francisco Lima e Silva (SE)
Assistentes: Cleriston Clay Barreto Rios (SE) e Ailton Farias da Silva (SE)
Público: 24.545 torcedores
Renda: R$ 650.115,00
Cartão Amarelo: Reinaldo, Rodrigo Caio e Éder Militão (São Paulo)
Cartão Vermelho: –
Gol: ATLÉTICO-PR: Pablo, aos 23 minutos do primeiro tempo, e Paulo André, aos 15 minutos do segundo tempo SÃO PAULO: Tréllez, aos 18 minutos do segundo tempo

ATLÉTICO-PR: Santos; Pavez, Paulo André (Zé Ivaldo) e Thiago Heleno; Jonathan (Camacho), Lucho González (Wanderson), Raphael Veiga, Nikão, Guilherme e Thiago Carleto; Pablo Técnico: Fernando Diniz

SÃO PAULO: Sidão; Éder Militão, Arboleda, Rodrigo Caio e Reinaldo; Jucilei, Petros (Cueva) e Liziero (Hudson); Marcos Guilherme (Régis), Nenê e TréllezTécnico: Diego Aguirre

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here