Exonerações em massa na OAB/RO geram manifestações de solidariedade

Na atual gestão, uma série de exonerações foi realizada, encabeçadas pelo presidente da Ordem, Andrey Cavalcante.

0
214

As eleições para a presidência da Seccional da OAB/RO já estão impactando a rotina e as atividades da entidade. A atual gestão, no início desta semana, iniciou uma série de exonerações, encabeçadas pelo presidente da Ordem, Andrey Cavalcante.

Na segunda-feira (02), o presidente da Ordem exonerou o Diretor Geral da Escola Superior de Advocacia (ESA) Vinicius Lemos. Ainda na segunda-feira Tainá Amorim foi exonerada do cargo de Presidente da Comissão Especial do Direito Previdenciário e, para completar, na tarde desta terça-feira (03) Renata Fabris foi exonerada da Presidência da Comissão da Mulher Advogada.

Embora não tenha havido uma manifestação formal da OAB justificando as exonerações, as motivações são supostamente eleitorais. Os três advogados exonerados dos quadros da OAB foram unânimes em ressaltar o trabalho desenvolvido em prol da categoria e lamentar a interrupção das atividades. Eles também atribuíram as exonerações à decisão de não apoiarem o projeto eleitoral do atual presidente e seu grupo.

Os advogados optaram por divulgar suas respectivas exonerações através de vídeos, divulgados através das redes sociais Facebook e Instagram e também do aplicativo de mensagens whatsapp.

O advogado Vinicius Lemos foi o primeiro a anunciar nas redes sociais sua exoneração através de um vídeo, o qual recebeu quase 5 mil visualizações em apenas 48 horas e recebeu centenas de manifestações de solidariedade e apoio irrestrito. Fato semelhante aconteceu com Taina Amorim Lima, que ao agradecer em vídeo a importante missão que recebeu e cumpriu na função de Presidente da Comissão de Direito Previdenciário, também recebeu manifestações de apoio. Renata Fabris, também exonerada, também teve grande amparo por parte da classe em todo o estado através das redes sociais.

Inúmeros advogados em todo o estado lamentaram a “politização” da OAB e a descontinuidade do trabalho de profissionais que obtiveram inúmeras conquistas para a classe em suas respectivas atividades.

Os advogados exonerados atribuíram a decisão ao fato de não apoiarem o projeto eleitoral do atual presidente da OAB, Andrey Cavalcante.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here