CAPITAL: Léo Moraes relata caos na saúde pública

O Deputado Estadual Léo Moraes usou a tribuna do plenário da Assembleia Legislativa de Rondônia para debater sobre a saúde de Porto Velhoc

0
353

“A saúde da capital vive um momento extremamente delicado. As unidades básicas de saúde, o Programa de Saúde da Família, pronto atendimentos e policlínicas não suportam a demanda de pacientes e com isso, recai sobre a responsabilidade do estado que é responsável por atendimentos de média e alta complexidade. A exemplo disso, a situação de superlotação do Hospital João Paulo II e do Hospital Infantil Cosme e Damião. ” Indagou o parlamentar.

Léo relatou que fez fiscalizações em postos de saúde e unidades de pronto atendimento das Zonas Leste e Sul. Dentre as reclamações de pacientes e servidores está a demora no atendimento, além de falta de materiais para procedimentos, medicamentos e estrutura de alguns prédios danificadas.

“A situação atual recai sobre os servidores, pois eles não conseguem suprir o atendimento de pacientes, devido a falta de estrutura. É necessário melhorar as condições de trabalho para que seja possível otimizar e acelerar o atendimento em todas as unidades de saúde. A população merece uma saúde digna e de qualidade. ” Relatou o deputado.

Na oportunidade, Léo Moraes enfatizou que irá novamente acompanhar as ações do Hospital João Paulo II para verificar quais as condições de atendimento são oferecidas aos pacientes e salientou que quer o apoio dos diretores da unidade e da Secretaria de Estado da Saúde para que a vistoria seja realizada sem qualquer impedimento.

“Já encaminhamos requerimentos, destinamos emenda para reafirmar meu apoio à rede municipal de saúde e queremos trabalhar para que a situação da saúde de Porto Velho e de outras cidades do estado mude. Temos que trabalhar juntos, afinal quem tem enfermidade, tem pressa. ” Concluiu Léo.


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here